Como acabar com a insônia? Veja algumas soluções para o problema

12 de abril de 2018

|

POR Bruno Botelho dos Santos

Quem sofre de insônia sabe o quão ruim é não conseguir dormir mesmo estando muito cansado. Mas saiba que é possível reverter o quadro. Abaixo, aprenda como acabar com a insônia com algumas técnicas e tratamentos específicos.

Diagnóstico da insônia

Caso você apresente alguns dos sintomas do problema e isso esteja afetando a sua rotina, é importante procurar um especialista para poder fazer o diagnóstico do que pode estar acontecendo.

As pessoas que sofrem de insônia costumam ser avaliadas com a ajuda de seu histórico médico e de questionários específicos. O histórico do sono é realizado por meio de um diário do sono, que geralmente é preenchido pela própria pessoa ou por alguém que tenha contato direto com você.

No momento do diagnóstico, também são eliminadas outras possibilidades de distúrbios do sono, como apneia ou narcolepsia.

As maneiras em que o diagnóstico pode ser realizado são:

  • Histórico do sono (diário do sono);
  • Histórico médico;
  • Questionários;
  • Exame de sangue;
  • Polissonografia (exame do sono).

6 dicas de como acabar com a insônia

A principal forma de tratamento para insônia é por meio de uma mudança e melhora de alguns hábitos. Melhor ainda é quando você alia isso com outras abordagens terapêuticas, como a terapia comportamental e a identificação e controle das causas subjacentes, que podem estar provocando a insônia.

Casos mais simples e recentes costumam ser mais fáceis de tratar, e os resultados costumam vir com mais rapidez também.

Já casos de insônia crônica são muito mais complicados de tratar. Aqui, primeiro deve ser feito o diagnóstico do problema crônico em questão e depois buscar o tratamento para problemas psicológicos ou médicos que podem estar levando à insônia.

Veja alguns dos tratamentos possíveis para o problema:

1. Melhora nos hábitos

Esse é um dos pontos principais quando se trata de distúrbios do sono. É fundamental ter os horários de sono regulados, mantendo bons hábitos.

Evitar os cochilos à tarde, tomar café à noite, assistir TV ou mexer no celular logo antes de dormir são algumas medidas que devem ser evitadas.

2. Terapia cognitivo-comportamental

Os especialistas (psicólogos e assistentes sociais) podem ajudar as pessoas que sofrem com a insônia a reconhecerem os sintomas e até mesmo os seus hábitos inadequados que estão interferindo na qualidade de sono e da vida.

A psicoterapia procura tratar os problemas psicológicos – como a ansiedade e depressão – por meio de modificações comportamentais, respostas emocionais e pensamentos negativos relacionados com algum distúrbio psicológico.

3. Fototerapia

A fototerapia é uma exposição à luz intensa com um equipamento que imita a luz natural do sol. Ela é muito importante para os casos em que a insônia é causada pelo problema da síndrome da fase de sono atrasada.

Esse é um distúrbio em que o relógio biológico da pessoa não consegue ficar em sincronia com o ambiente externo.

4. Técnicas de relaxamento

As técnicas de relaxamento são muito importantes, já que ajudam a reduzir (ou até mesmo eliminar) toda a tensão corporal e a ansiedade, que contribuem para a insônia.

Como resultado, a mente da pessoa fica mais relaxada, assim como os seus músculos. Geralmente, é preciso muita prática para aprender essas técnicas e alcançar o relaxamento efetivo.

5. Técnica de restrição de sono

Essa técnica consiste em restringir o sono — apenas algumas horas de sono durante a noite –, e depois ir aumentando gradualmente essas horas de sono até alcançar uma noite normal e saudável de descanso.

6. Medicamentos

O uso de medicamentos pode ser feito para ajudar no tratamento da insônia. Mas é fundamental só fazer uso de medicações após consulta com um especialista.

Tomar pílulas para dormir é uma das formas, só que você deve ficar sempre atento a quaisquer efeitos colaterais que possam ocorrer. Todos esses medicamentos para dormir só devem ser usados caso não provoquem dependência química na pessoa e não devem ser usados para sempre tampouco.