Tosse seca: o que pode ser? Saiba como tratar

06 de julho de 2018 ● POR Amanda Grecco

De uma simples irritação a um sintoma de doenças mais graves, a tosse seca exige atenção e tem tratamento.

Reflexo do sistema respiratório, é uma resposta a estímulos enviados pelos brônquios ou pela traqueia por meio de contrações musculares no diafragma ou na glote.

Apesar de ser muito comum, a tosse classificada como seca é muito incômoda e pode ser um alerta de doenças e alergias no sistema respiratório. Saiba como tratá-la a seguir:

Causas de tosse seca

 

Ilustração do pulmão

MDGRPHCS/Shutterstock

A tosse tem como objetivo expelir micro-organismos que afetam as vias aéreas, como garganta, nariz ou até mesmo pulmões.

Saiba o que pode ser tosse seca a seguir:

Gripe e resfriado

Sintoma comum em quadros virais ou bacterianos, a tosse seca pode ser a manifestação de gripes e resfriados.

Problemas no coração, rim ou estômago

Ela ainda pode ser uma resposta a alterações cardíacas, nos rins ou no estômago, tais como infarto, nefrite e refluxo, respectivamente.

Tumores e câncer

Ainda pode ser fruto de tumores benignos ou malignos. Estes casos, porém, não costumam ser comuns.

Alergias e infecções

A tosse seca pode ser uma resposta do organismo a quadros como rinite alérgica, faringite irritativa, pneumonia, amigdalite, laringite, traqueíte ou laringotraqueíte.

Nesse caso, ela pode perdurar após o tratamento, uma vez que o organismo está tentando eliminar o resto dos micro-organismos que estavam atrapalhando o sistema respiratório

Embolia pulmonar

Em casos mais sérios, a tosse seca pode ser sinal de embolia pulmonar, condição em que artérias dos pulmões são bloqueadas por coágulos ou trombos.

Tabagismo

O tabagismo pode ser um desencadeador de problemas respiratórios e é contraindicado para quem apresenta qualquer tipo de tosse.

Frio

O frio pode ser um fator de risco por mais de uma razão. Além de abalar o sistema imunológico e aumentar irritações nas vias aéreas, ele também estimula aglomerações de pessoas, facilitando a transmissão de germes, vírus e bactérias.

Por que tosse seca piora à noite?

O problema tende a piorar à noite porque neste período o hormônio responsável por liberar o anti-inflamatório e o antialérgico natural do corpo fica menos ativo, o que gera um estado de maior vulnerabilidade.

Outro fator para ser levado em consideração é a posição em que a pessoa dorme. Deitar com travesseiros baixos tende a prejudicar as funções de drenagem das secreções nas vias aéreas, o que favorece seu acúmulo. Portanto, dormir com travesseiros mais altos pode ajudar quem sofre com tosse seca noturna.

Além disso, muitas vezes no período da noite faz mais frio e as pessoas tendem a ficar em ambientes fechados. Estes dois fatores podem ser irritantes para as vias respiratórias, principalmente se houver exposição ao pó, por exemplo.

Tipos de tosse

 

Mulher tossindo com a mão na boca;

Orawan Pattarawimonchai/Shutterstock

Tosse produtiva

Diferente da tosse seca, a tosse produtiva é aquela que apresenta catarro, podendo ser mais claro, espesso, branco, amarelado, esverdeado e, em alguns casos até acinzentado.

O catarro é uma produção de pequenas glândulas que ficam abaixo das mucosas e revestem internamente as vias respiratórias. Sua composição tem aproximadamente 90% água, sais e restos celulares, sendo sua função a de proteger as vias aéreas de infecções que podem ser causadas por vírus, bactérias e quaisquer micro-organismos que possam ser nocivos para a saúde respiratória.

É muito importante ficar atento ao catarro, uma vez que ele pode ser a indicação de doença viral ou bacteriana, sendo necessária a avaliação de um especialista para tratamento adequado.

Tosse alérgica

A tosse alérgica é um processo que costuma ocorrer quando o indivíduo tem contato com alguma substância que cause irritação e, normalmente, está associada à poeira, pelos de animais ou pólen de árvores e flores.

Seus sintomas incluem a tosse sempre seca, persistente, com mais força no período noturno e muito irritativa.

Tosse seca psicogênica

Este tipo de tosse seca constante é apresentada como um hábito, mesmo quando a pessoa não está doente e não tem a garganta irritada.

Normalmente, é causada por estresse ou ansiedade.

Grupos de risco

Apesar de todas as pessoas poderem desenvolver tosse, dois grupos em especial são mais vulneráveis a complicações:

Bebês

 

Bebê com tosse

Zurijeta/Shutterstock

A tosse é a principal forma de defesa do organismo do bebê para proteger seu sistema respiratório.

Por estar em processo de formação da imunidade, é importante ter bastante atenção ao comportamento da tosse seca em bebês. Ar seco, mudança de tempo, gripes, resfriados, coqueluche e refluxo são algumas das principais causas.

Para evitá-la, é importante mantê-los hidratados e buscar um médico ao notar alterações.

Gestantes

 

grávidas

Já no caso de grávidas, as intensas mudanças hormonais deixam o corpo mais vulnerável, podendo apresentar tosses, resfriados e gripes, além de ter predisposição ao refluxo causado pela pressão no estômago, o qual atrapalha as vias respiratórias.

O quadro de tosse seca costuma regredir em alguns dias, mas pode causar falta de ar, incontinência urinária e insônia.

Durante a gravidez, assim como com bebês, o cuidado deve ser redobrado. É extremamente contraindicada a automedicação, sendo mais prudente buscar especialistas que orientem a conduta adequada.

Tratamentos para tosse seca

Ao apresentar tosse seca recorrente é recomendado procurar um clínico geral, pneumologista ou otorrinolaringologista.

Tratamentos caseiros

Para diminuir o incômodo é possível adotar algumas medidas caseiras que auxiliam no cuidado com as vias respiratórias.

Processos como inalação e manter o corpo hidratado são fortes aliados de uma saúde respiratória forte.

Além disso, é importante estar com o corpo descansado e não segurar a tosse.

Caso a pessoa seja fumante, é indicado parar o quanto antes.

Receita caseira para tosse seca

Uma forma de lubrificar e manter as vias aéreas hidratadas é fazer um xarope para tosse seca. Veja como a seguir:

Xarope caseiro

 

Xarope contra tosse seca

Syda Productions/Shutterstock

Ingredientes

  • 25 jujubas (fruta) secas
  • 1 pera fatiada
  • 1 gengibre sem casca fatiado
  • 2,5 litros de água
  • 4 paus de canela
  • Mel a gosto

Modo de preparo

Basta colocar as 25 jujubas secas, a pera, a canela e o gengibre em uma panela com água e deixar ferver até obter um aspecto grosso. Depois, é só coar, adicionar mel, colocar em um vidro e tomar uma colher de sopa por dia.