Confirmado primeiro caso de coronavírus no Brasil

Atualizado em 27 de fevereiro de 2020

|

POR Bruno Botelho dos Santos

O Ministério da Saúde confirmou em coletiva de imprensa nesta quarta-feira (26) o primeiro caso positivo de coronavírus no Brasil, de um paciente residente em São Paulo/SP e que vinha de viagem da Itália. Além disso, este é o primeiro caso da doença também em toda a América Latina.

O novo agente do coronavírus (SARS-CoV-2) foi descoberto na China, em Dezembro de 2019, e provoca a doença chamada de novo coronavírus (COVID-19).

Coronavírus no Brasil

O primeiro caso trata-se de um homem de 61 anos, residente em São Paulo/SP, que veio de viagem da Itália, na região da Lombardia (norte do país), onde estava à trabalho e sozinho de 09 a 21 de fevereiro.

Ele está em quarentena domiciliar e 30 pessoas da família estão sob observação. Além disso, outros 16 passageiros que estiveram no mesmo voo que ele devem ser postos em observação.

Segundo o ministro da saúde Luiz Henrique Mandetta, quando o paciente chegou da Itália estava assintomático e, depois de alguns dias, procurou um serviço de saúde com sintomas respiratórios.

Ele chegou a ter contato com a família em uma reunião familiar, o que faz com que as 30 pessoas da mesma família também fiquem em observação.

O hospital Albert Einstein registrou a suspeita, fez um teste, que deu positivo. A amostra foi enviada para o laboratório de referência nacional Instituto Adolfo Lutz para contraprova, que comprovou a infecção por coronavírus.

Além destes casos, outros 20 pacientes estão em investigação em todo o país e outros 59 casos foram descartados.

Medidas pelo Ministério da Saúde

“Agora que vamos ver como esse vírus vai se comportar no hemisfério sul, na situação de um país tropical, em pleno verão. Como vai ser o padrão de comportamento. É um vírus novo”, explica o ministro na entrevista coletiva.

Mandetta afirmou que não serão alterados procedimentos nos aeroportos ou bloqueios a países suspeitos, devido ao grande número de conexões nos voos.

“A regra continua sendo: se tem sintomas, não viaje. Viajou? Informe as autoridades quando chega. Passou 14 dias da chegada, se sentir sintomas, procure a rede de saúde da sua cidade.”

Além disso, para evitar contaminação o Ministério da Saúde orienta cuidados básicos, como:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabão
  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal
  • Cobrir o nariz e a boca com um lenço de papel e quando espirrar ou tossir jogá-lo no lixo
  • Não tocar olhos, nariz e boca sem que as mãos estejam limpas
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência

 

 

Fonte

Ministério da Saúde. Novo Coronavírus. Disponível em: https://www.saude.gov.br/saude-de-a-z/coronavirus