O que é colágeno? Veja 11 benefícios e saiba quando usar

22 de fevereiro de 2018 ● POR

Envelhecimento precoce, surgimento de rugas, celulites e flacidez são alguns problemas de pele que costumam deixar muita gente de cabelo em pé. O receio de envelhecer faz com que a busca por métodos que amenizam os efeitos do tempo sejam cada vez maiores.

E é aí que entra o colágeno, uma proteína de origem animal que dá firmeza à pele e que pode ser encontrada em alimentos e até em cápsulas. Seus benefícios são extensos, mas o principal deles nós já adiantamos: faz um bem danado para a saúde da pele.

Você também pode se interessar por essa matéria:

Abaixo, explicamos tudo o que você precisa saber o assunto. Descubra o que é colágeno, quais vantagens ele pode oferecer e o que o faz ser tão buscado.

O que é colágeno?

Quando você apalpa suas orelhas ou a ponta do nariz, por exemplo, você percebe o quanto eles são maleáveis e, ao mesmo tempo, resistentes? Então, é exatamente essa a função do colágeno.

Ele é a principal proteína estrutural do nosso corpo e tem origem animal. Sua função primordial é dar firmeza, sustentação e elasticidade à pele, cartilagens, músculos e estruturas do corpo que não precisam da sustentação dos ossos — apenas de suporte.

O colágeno é bastante encontrado em alguns alimentos específicos. Durante a digestão, ele é transformado em aminoácidos, que são usados na síntese de proteínas para todo o organismo.

As maiores fontes de colágeno são:

  • Gelatina;
  • Carnes e ovos;
  • Frutas cítricas e frutas vermelhas;
  • Castanhas, nozes e amêndoas;
  • Aveia e soja;
  • Tomate, pimenta e beterraba;
  • Vegetais de cor verde-escura e laranja;
  • Chá branco;
  • Alho;
  • Peixes e ostras;
  • Feijão;
  • Brócolis;
  • Ervilha;
  • Uva.

11 benefícios do colágeno

  1. Ajuda na hidratação e elasticidade da pele;
  2. Fortalece o cabelo, unhas, ossos e articulações;
  3. Dá saciedade, e portanto também ajuda na perda de peso;
  4. Ajuda a evitar as chamadas úlceras de pressão, que são lesões que se formam na pele quando uma parte do corpo fica muito tempo na mesma posição;
  5. Reduz o surgimento de rugas e ajuda a tratar as rugas que já estão presentes;
  6. Trata cicatrizes;
  7. Ajuda na saúde hormonal e na saúde dos dentes;
  8. Reveste o intestino, evitando inflamações;
  9. Ajuda a desintoxicar o fígado e curar os efeitos da ressaca no dia seguinte;
  10. Melhora a resistência dos músculos;
  11. Regula a produção de insulina.

O segredo do colágeno e o que faz ter tantos benefícios está no fato de ser uma proteína que o próprio organismo é capaz de produzir, mas que pode (e deve) ser consumida via dieta ou suplementação.

Ele ajuda a deixar o corpo bonito por fora e funcionando bem por dentro também.

Quando devo usar colágeno?

Quando a pessoa apresenta níveis considerados baixos de colágeno no organismo, é indicado que ela dê atenção especial aos alimentos descritos acima. Porém, os suplementos de colágeno também podem ser uma boa pedida e não têm contraindicação.

Mas como saber que você está com pouco colágeno? É simples. O corpo nos envia alguns sinais, que podem ser:

  • Aumento da flacidez e perda de elasticidade da pele;
  • Diminuição da espessura dos fios de cabelo;
  • Surgimento de rugas e de linhas de expressão, principalmente no rosto;
  • Aparecimento de estrias e celulites em maior quantidade;
  • Sensação de pele fina e desidratada;
  • Diminuição da densidade dos ossos, como nos casos de osteopenia e osteoporose;
  • Enfraquecimento das articulações e dos ligamentos.

É importante não exagerar no uso da suplementação. Nutricionistas recomendam cerca de 10 gramas de colágeno por dia. Quantidades maiores podem sobrecarregar os rins e tampouco surtem algum efeito benéfico, pois todo colágeno em excesso é eliminado pela urina.