HPV no homem: sintomas, vacina, tratamentos e risco de virar câncer

13 de setembro de 2018 ● POR Ligia Lotério

O vírus do papiloma humano (HPV) pode afetar pessoas de ambos os sexos, mas apresenta riscos diferentes para pacientes masculinos em comparação com femininos. Saiba mais sobre HPV no homem, suas causas e prevenção:

O que é o HPV no homem?

HPV é um vírus que é transmitido por meio do sexo anal, vaginal, oral ou apenas pelo contato de pele com pele durante a atividade íntima. O problema é tão comum que estima-se que todas as pessoas sexualmente ativas o apresentarão ao longo de suas vidas.

Já o HPV no homem nada mais é do que a presença do vírus no sexo masculino.

Causas

Homens e mulheres podem contrair HPV por meio do sexo anal, vaginal ou oral com um parceiro infectado.

O vírus é facilmente disseminado porque a maior parte dos portadores não apresenta sintomas e, portanto, não adota medidas para controle e prevenção da transmissão.

Fatores de risco de HPV no homem

Há três grupos de homens que têm mais chance de apresentar HPV e suas complicações:

  • Não circuncidados
  • Imunodepressivos: como aqueles que apresentam HIV ou fizeram transplantes de órgãos
  • Homens que praticam sexo anal com outros homens

Sintomas

 

HPV no homem.

Kateryna Kon/Shutterstock

Existe mais de uma centena de cepas de HPV, sendo que 40% são transmitidas sexualmente.

Alguns tipos não geram sintomas, outros podem gerar verrugas no homem, as quais podem ser sintomáticas ou não.

Além disso, há tipos mais agressivos que são capazes de gerar alterações celulares que predispõem o aparecimento de câncer.

Assim, busque um médico se as verrugas surgirem nas seguintes regiões:

  • Pênis
  • Escroto
  • Ânus
  • Garganta
  • Boca

Quais são os sintomas de verrugas no homem?

As verrugas genitais  são pequenas ou grandes protuberâncias que podem ser elevadas, planas ou numerosas — em aspecto semelhante a um couve-flor. As lesões ainda podem crescer em tamanho ou número.

Caso o vírus não seja disseminado, as verrugas podem reaparecer mesmo após o tratamento.

Diagnóstico

O rastreamento masculino não é tão visado quanto o feminino devido à relação do vírus com câncer de colo de útero, assim, atualmente não há testes aprovados para detectar o HPV em homens.

Portanto, a maior parte dos pacientes só procura um médico ao notar verrugas genitais ou orais ou ao saber que seu parceiro atual ou antigo tem HPV. O diagnóstico do profissional de saúde basicamente é obtido por meio de análise clínica e biópsia da lesão.

HPV no homem tem cura?

Ainda não existe um tratamento específico para curar HPV, mas sabe-se que é possível eliminar o vírus por meio do fortalecimento do sistema imunológico, o qual pode ser feito com medicamentos que estimulam a resposta do corpo, como o imiquimode, e bons hábitos alimentares.

Tratamento

Não há tratamentos específicos para o HPV no homem, mas a maior parte dos casos tem remissão espontânea.

As verrugas genitais podem ser tratadas por meio de:

  • Cirurgia
  • Cauterização

Já os cânceres relacionados ao HPV masculino podem ser tratados por meio de quimioterapia, radioterapia e cirurgia.

Complicações

O HPV no homem não é câncer, mas alguns tipos podem predispor alterações celulares malignas, aumentando o risco de:

Uma pessoa pode contrair o vírus do papiloma humano e só desenvolver tumores após muitos anos.

Prevenção de HPV masculino

 

HPV no homem.

Tero Vesalainen/Shutterstock

O HPV no homem pode ser evitado por meio das seguintes medidas:

Uso de preservativos

Embora a camisinha não reduza totalmente o risco de HPV, ela o diminui substancialmente.

Vacina de HPV no homem

A vacina contra HPV é segura e protege homens de todas as idades, evitando o surgimento de câncer e verrugas.

O ideal é que a imunização ocorra antes de iniciar a vida íntima, dos 9 aos 15 anos, mas pessoas mais velhas também podem obter benefícios.

A imunização contra HPV no homem está disponível na rede pública e particular de saúde.

Fontes

Center for Disease Control and Prevention. Human Papillomavirus (HPV).

Ministério da Saúde. HPV: sintomas, causas, prevenção e tratamento.