Homem tem membros amputados após lambida de cachorro: bactéria perigosa

06 de agosto de 2018 ● POR Ligia Loterio Marques

O norte-americano Greg Manteufel teve suas mãos e pernas amputadas por contrair uma grave infecção após receber uma lambida de seu cachorro. O problema foi causado por uma bactéria que está presente na saliva de pets saudáveis ou doentes. Entenda:

Homem contrai infecção por lambida de cachorro

De acordo com o jornal The Washington Post, a infecção de Greg se manifestou inicialmente com vômito e febre, de forma muito semelhante a um quadro de gripe. Com o passar do tempo, o homem começou a delirar e sua mulher o levou para o hospital, onde foram constatadas manchas avermelhadas por todo o seu corpo.

Infecção generalizada

Logo, os médicos descobriram que o homem de 48 anos sofria de choque séptico — envenenamento da corrente sanguínea — causado pela bactéria Capnocytophaga canimorsus, presente na maioria dos cães e gatos saudáveis e que só causa problemas de saúde em casos raros.

Foram administrados antibióticos para tratar o quadro, mas coágulos de sangue impediram que o medicamento chegasse às extremidades, levando à morte dos músculos.

Após uma semana de internação, o homem de 48 anos, que trabalha como pintor de casas, teve as mãos e pernas amputadas.

A esposa de Greg, Dawn Manteufel, disse que seu marido ama animais e sempre tem contato com eles, o que reforça a hipótese de que ele tenha contraído a infecção após receber a lambida de um de seus oito cães.

A vítima está sendo tratada em hospital e deve passar por novas cirurgias para retirar mais tecido morto. Além disso, um financiamento online está arrecadando dinheiro para próteses para Greg.