Hidrocortisona: para que serve, riscos e mais da bula da pomada

14 de março de 2019

|

POR Dr Entrega

O Acetato de Hidrocortisona é um medicamento da classe dos esteroides indicado para o tratamento de doenças inflamatórias e alérgicas, tais como:

  • Dermatite;
  • Eczema;
  • Vermelhidão provocada por sol;
  • Queimadura de primeiro grau;
  • Picadas de inseto.

Como funciona?

Este medicamento possui em sua composição o acetato de hidrocortisona, que é um corticosteroide para utilização tópica no tratamento de distúrbios da pele.

Assim como outros corticosteroides, este estimula a síntese proteica de várias enzimas que inibem os efeitos inflamatórios acarretados por algumas doenças de pele.

Interações medicamentosas

Não são conhecidas até o momento interações medicamentosas com a pomada hidrocortisona. Informe seu médico ou cirurgião-dentista se está fazendo uso de algum outro medicamento.

Nomes comerciais

Stiefcortil, Berlison, Cortisonal Creme.

Formas de tomar

Este medicamento é comumente administrado de maneira tópica, ou seja, diretamente na pele.

O indicado pela bula da hidrocortisona é aplicar uma camada fina de produto 2 a 3 vezes por dia. Após melhora da doença tratada, a aplicação diária se torna suficiente.

Em geral, o tratamento com corticoides deve ser continuado somente até que o estado do paciente tenha se estabilizado, geralmente em não mais de 48 a 72 horas.

Composição

Acetato de hidrocortisona………………………………………11,2 mg*

*Equivalente a 10 mg de hidrocortisona.

Excipientes: cera emulsificante, ácido esteárico, miristato de isopropila, dimeticona, metilparabeno, propilparabeno, edetato dissódico di-hidratado, butil-hidroxianisol, fosfato de sódio dibásico, ácido cítrico, propilenoglicol e água purificada.

Efeitos colaterais

O uso do acetato de hidrocortisona pode ocasionar efeitos colaterais locais, como coceira, ardor, vermelhidão ou formação de bolhas.

Complicações mais graves, geralmente causadas por períodos prolongados de uso de corticoides, incluem atrofia da pele, dilatação dos capilares, estrias e alterações da pele que lembram acne.

Em casos raros, pode ocorrer foliculite, dermatite perioral, hipertricose e reações alérgicas.

Outro efeito colateral preocupante é a glaucoma, resultado de doses elevadas, aplicações em longo prazo, uso de bandagem oclusiva ou uso em áreas próximas aos olhos.

Modo correto de armazenar o medicamento

Para garantir a eficiência dos componentes da hidrocortisona, ela deve ser conservada em embalagem original e em temperatura ambiente que não ultrapasse 30°C.

Já sua data de validade é de 36 meses após a fabricação.

Contraindicações

A hidrocortisona creme não deve ser usada em casos de:

  • Tuberculose ou sífilis
  • Doenças causadas por vírus (catapora, herpes zoster, etc)
  • Rosácea
  • Dermatite perioral
  • Reações de vacinas
  • Alergia aos componentes do produto

Grávida pode usar?

É recomendado evitar o uso de corticoides durante os primeiros três meses de gravidez, já que eles podem aumentar o risco de doenças no recém-nascido, como fendas palatinas.

Mulheres que amamentam também devem evitar o medicamento e nunca aplicá-lo sob as mamas.

Criança pode usar?

O produto só deve ser utilizado pro bebês ou crianças sob indicação médica e por período inferior a 3 semanas.