Dor de ouvido: o que fazer, remédios, causas e tratamentos

Atualizado em 29 de julho de 2019

|

POR Amanda Grecco

A dor de ouvido, também conhecida como otite ou otalgia, é uma condição normalmente passageira e comum em crianças. São poucos os casos em que ela se torna permanente e intensa. Contudo, seja em crises crônicas ou agudas, ela causa muito sofrimento ao paciente. Entenda:

O que pode causar dor de ouvido?

Diferente do esperado, é comum que a dor de ouvido não esteja relacionada ao aparelho auditivo, sendo suas causas diversas, as quais incluem:

Barotrauma

Alguns tipos de alteração da pressão dos ouvidos – por exemplo, em casos de viagens de carro que apresentem mudanças de altitude, viagens de avião e mergulhos – causam o bloqueio total ou parcial da tuba auditiva. A situação pode oferecer incômodo e perda de audição leve e momentânea.

Infecções do ouvido externo

Outra causa de dor de ouvido é a infecção dentro do aparelho auditivo, normalmente gerada por acúmulo de muco devido à presença de vírus ou bactérias oriundos de doenças, como gripe, rinite ou sinusite.

Infecções do ouvido interno

Este tipo de infecção de ouvido é menos frequente e provém da inflamação dos nervos que ligam o ouvido interno ao cérebro. É possível que o problema cause disfunção sensorial, dificuldade de escutar, vertigem e tontura.

Lesões

Agressões ao tímpano, machucados e inflamações dentro ou perto do ouvido podem causar dor. Para evitar, tome muito cuidado ao inserir quaisquer objetos na cavidade, inclusive hastes flexíveis de algodão.

Entrada de água no canal auricular

É comum em nadadores, após ir à praia ou piscina, e pode incomodar bastante. A retirada do líquido inclui deitar de lado – incentivando a saída da água – e manter o ouvido aquecido. Caso seja necessário, procure um médico.

Excesso de cera

O acúmulo exagerado de cera também pode causar otalgia por obstruir e aumentar a pressão do canal auditivo.

Neste caso, é preciso procurar um médico para fazer uma lavagem. Não é seguro realizá-la em casa, pois a pressão da água pode piorar o quadro de dor.

Falta de cera

O cerume do ouvido é saudável em quantidades razoáveis, já que lubrifica e protege a cavidade de bactérias e outros micro-organismos patológicos. Assim, sua falta pode torná-lo sensível à agressões, o que, por sua vez, pode gerar dor.

Problemas respiratórios

Gripe, rinite e sinusite também causam dor de ouvido devido ao acúmulo de muco que aumenta a pressão no canal auricular. Nestes casos, o incômodo aparece junto com dor de cabeça e nos seios da face.

Artrite da mandíbula

A artrite da articulação temporomandibular, também conhecida como ATM, pode afetar a mandíbula e causar dificuldade de mastigar, dor de cabeça e dor de ouvido.

Infecções na garganta

A garganta é um conjunto de órgãos localizados no pescoço. Quando há inflamação nesta região, o canal auditivo é comprometido pela proximidade, o que se manifesta por dor.

Nascimento do siso

Com o nascimento dos sisos, os últimos dentes da arcada dentária, é comum que ocorram dores deste tipo, já que a articulação está ligada ao ouvido.

Sintomas associados

Mãe medindo febre do filho

A dor no ouvido não é uma doença, mas um sintoma que alerta que algo não está bem. É comum surgir junto de cefaleia, dor nos olhos, febre, zumbido e, em alguns casos, dificuldade para escutar e enrijecimento da mandíbula.

Como é o tratamento?

Na maioria dos casos, o tratamento consiste em medicamentos, como analgésicos, anti-inflamatórios e antibióticos, voltados à doença que causa a dor de ouvido. O tratamento deve ser seguido até o fim, mesmo que os sintomas desapareçam antes.

Como prevenir?

Fortaleça a imunidade

Cuidar da saúde como um todo é a principal dica para não sofrer de dor de ouvido. Evitar tabagismo, estresse e alimentos que enfraquecem o sistema imunológico (como açúcar, farinha branca e industrializados) reduz a chance de manifestar o problema.

Não fique tempo demais na água

Faça pausas sempre que estiver em mares, lagos ou piscinas. O ideal é ficar na água por, no máximo, 40 minutos e fazer uma pausa de 15 minutos para secar naturalmente os ouvidos e impedir a proliferação de bactérias.

Cuidado com hastes flexíveis de algodão

Não use hastes flexíveis para limpar cera interna ou remover a água, pois isso pode empurrar os resíduos para o ouvido interno e causar inflamações e infecções.

O que é bom para dor de ouvido?

Exame no ouvido.
Photographee.eu/Shutterstock

É necessário tomar muito cuidado com remédios caseiros para dor de ouvido, já que muitos deles não têm embasamento científico e podem piorar a situação. Indicações como azeite, álcool, óleo ou alho devem ser descartadas.

Como procedimento seguro, apenas deite a cabeça fazendo com que o ouvido dolorido fique para baixo e bem aquecido.

Medicamentos

Os remédios mais comuns para tratar ou aliviar dor de ouvido, são:

  • Tylenol
  • Otospori
  • Panoti
  • Lidosporin
  • Otomicina
  • Otosynala

Entretanto, não é recomendada a automedicação.

Como saber que é a hora de procurar um médico?

Procure um médico quando a dor estiver muito forte ou não passar em dois dias.