Convulsão pode matar? Entenda quais são os riscos

29 de agosto de 2019

|

POR Bruno Botelho dos Santos

Convulsão é uma perturbação elétrica repentina e descontrolada no cérebro que pode causar mudanças no comportamento, nos movimentos, nos sentimentos e no estado de consciência. Embora a maior parte dos casos seja inofensiva, frequentemente são relatadas mortes decorrentes da condição. A seguir, entenda se convulsão pode matar.

O que são convulsões?

Convulsão ocorre quando os músculos de uma pessoa se contraem incontrolavelmente. A maioria das crises leva de 30 segundos a dois minutos, porém as com duração superior a cinco minutos representam emergências médicas.

Convulsão pode matar?

Embora não seja tão comum, convulsão pode matar por ter um profundo efeito na função cardiovascular que, em alguns casos, pode afetar fatalmente áreas responsáveis pela respiração e batimentos cardíacos.

A Morte Súbita Inesperada na Epilepsia (SUDEP – sigla para “Sudden Unexpected Death in Epilepsy”) acontece principalmente em crises convulsivas durante o sono. Ela é mais comum na epilepsia refratária, que é caracterizada pela falta de resposta a dois ou mais medicamentos antiepilépticos.

Fontes

Epilepsy Foundation. About Epilepsy: The Basics. Disponível em: www.epilepsy.com/learn/about-epilepsy-basics

Mayo Clinic. Seizures. Disponível em: www.mayoclinic.org/diseases-conditions/seizure/symptoms-causes/syc-20365711