Como acabar com a caspa? 11 dicas práticas para se livrar do incômodo

Atualizado em 20 de setembro de 2018

|

POR Vinícius De Vita

A caspa é um problema muito comum e que, diferente do senso comum, nem sempre está associado à falta de higiene. A seguir, saiba o que causa e como acabar com a caspa:

Como a caspa surge?

 

Caspa no couro cabeludo.

nobeastsofierce/Shutterstock

Também chamada de dermatite seborreica ou simplesmente de seborreia,  a caspa ocorre quando as glândulas sebáceas, localizadas na base do folículo capilar, incham e passam a produzir secreção oleosa em excesso.

Geralmente, o tecido que reveste a superfície do couro cabeludo é trocado a cada 28 dias, mas quando há presença excessiva de oleosidade, a divisão celular da epiderme – que é a camada mais externa da pele – passa a acontecer a cada quatro dias.

Como a epiderme é renovada em intervalos menores do que deveria, não há espaço para as células velhas, as quais precisam sair para dar lugar às novas. Desta forma, elas são expulsas do couro cabeludo em pequenos amontoados esbranquiçados visíveis a olho nu. São justamente esses pontinhos brancos, que se assemelham a flocos de neve, que chamamos de caspa.

Fatores de risco

Há diversos fatores que podem levar à caspa, tais como:

  • Excesso de água quente;
  • Uso excessivo de chapéus;
  • Lavar o cabelo com muita frequência;
  • Umidade;
  • Tratamentos químicos;
  • Hábitos inadequados de lavagem.

Ainda existem condições de saúde que se manifestam com a descamação:

  • Psoríase;
  • Estresse;
  • Ansiedade;
  • Artrite psoriásica;
  • Diabetes;
  • Obesidade;
  • Problemas hormonais.

Como eliminar caspa?

Geralmente, a primeira medida adotada é usar xampus anticaspa, oferecidos por diversas linhas de cosméticos a preços muito variados. Cada um, porém, age de maneira diferente: os que contém adstringentes atuam na redução do excesso de oleosidade no couro cabeludo. Já os antifúngicos, como o próprio nome sugere, combatem um tipo específico de fungo que se aproveita da gordura presente no couro cabelo para se proliferar.

O uso desses cosméticos costuma surtir efeito positivo, mas para ter sucesso no tratamento é preciso também adotar alguns hábitos de prevenção no dia a dia.

Como acabar com a caspa: 8 dicas

 

Como acabar com caspa.

BlurryMe/Shutterstock

1. Evite lavar o cabelo demais

Para se livrar da caspa é preciso lavar o cabelo na frequência correta: dia sim, dia não. Isso é explicado pelo fato de que a lavagem diária muitas vezes aumenta a oleosidade no couro cabeludo.

2. Não esfregue muito

Quem quer acabar com a caspa geralmente esfrega demais a cabeça durante o banho, mas isso não é indicado pois pode gerar um efeito rebote que estimula ainda mais a oleosidade.

O correto é aplicar o xampu anticaspa, deixar agir por dois minutos e, depois, massagear suavemente o couro cabeludo com a ponta dos dedos.

3. Cuidado com a temperatura

Evite tomar banho com a água muito quente, já que temperaturas elevadas estimulam a oleosidade do couro cabeludo e a caspa no cabelo. Se preferir, baixe a temperatura somente na hora em que for molhar a cabeça.

4. Não abuse de xampus secos

Apesar de ser uma boa opção para controlar a oleosidade ao longo do dia, xampus a seco não substituem a lavagem convencional – principalmente se a sua intenção for eliminar de vez a caspa.

Portanto, use-os com parcimônia e somente quando realmente não for possível higienizar as madeixas.

5. Não fique com o cabelo molhado por muito tempo

Ficar muito tempo com o cabelo molhado, principalmente durante à noite, deixa o couro cabeludo mais propício à proliferação de fungos, o que pode aumentar a descamação e tornar a caspa ainda  mais evidente.

Assim, para acabar com caspa, caso esteja em um ambiente fechado e/ou sem corrente de ar, use um secador para deixar os fios secos mais rapidamente.

6. Fique atento à temperatura do secador

Outra dica para acabar com caspa é não usar secador muito quente, nem o deixar muito próximo ao couro cabeludo. Prefira ventos mais frescos e procure manter o aparelho a aproximadamente 30 centímetros da cabeça.

7. Cuidado com chapéus

O uso excessivo de bonés e outros tipos de chapéus podem aumentar a caspa, já que esses acessórios aumentam a transpiração no couro cabeludo e, consequentemente, elevam a produção de oleosidade.

8. Redobre higiene após atividades físicas

Durante a prática de atividades físicas o couro cabeludo acumula suor, o qual aumenta a produção de sebo. Deste modo, o ideal é sempre lavar as madeixas após esportes intensos.

9. Atenção às químicas capilares

Produtos voltados a tratamentos estéticos para os cabelos, como escova progressiva e cauterização, muitas vezes envolvem o uso de ingredientes químicos que agridem o couro cabeludo e podem piorar a caspa.

Assim, converse com um dermatologista antes de se submeter a algum deles.

10. Não exagere no uso de cosméticos

Aplicar gel, condicionador, máscaras capilares e outros tipos de cosméticos do gênero muito próximos à raiz do cabelo pode fazer com que o folículo capilar se feche, piorando a oleosidade e a caspa.

Deste modo, o indicado é usá-los somente nos comprimento dos fios.

11. Investigue corretamente a causa

Se a causa for algum hábito inadequado do dia a dia, como tomar banho com água muito quente, o tratamento da caspa é mais fácil. No entanto, eventualmente o problema pode ser provocado por doenças e problemas hormonais.

Deste modo, é fundamental procurar um médico para tratar o problema e acabar definitivamente com a caspa.