Causas de dor no pescoço: 10 principais e quando procurar um médico

Atualizado em 26 de julho de 2019

|

POR Vinícius De Vita

Há inúmeras causas de dor no pescoço, algumas benignas e temporárias e outras graves. Por exemplo, o problema pode ser tanto uma simples tensão muscular quanto um sinal de tumores graves.

Devido à diversidade de possíveis diagnósticos, é importante ficar atento a fatores como a recorrência da dor, a intensidade e o local e procurar um médico sempre que o incômodo for intenso ou duradouro demais.

Causas de dor no pescoço

Criança com caroço no pescoço.

SingjaiStock/Shutterstock

1. Postura incorreta

É comum encontrar pessoas que inclinam a cabeça para baixo ao mexer no computador ou ficar no celular e esta postura é uma das principais causas de dor no pescoço.

2. Má posição ao dormir

Dormir de mau jeito – como de barriga para baixo ou com um travesseiro excessivamente alto – pode fazer com que o indivíduo acorde com dores pelo corpo, inclusive no pescoço.

Se o incômodo se repetir com frequência, é interessante avaliar se o colchão e o travesseiro estão adequados, além de tentar adotar uma das melhores posições para dormir.

3. Bruxismo

Bruxismo é um problema de saúde caracterizado pelo ranger involuntário dos dentes durante o sono, geralmente resultante de estresse ou ansiedade. Mas o que isso tem a ver com o pescoço? É simples: quando se contrai a mandíbula enquanto dorme, há pressão extra sobre o pescoço, o que – dependendo da intensidade – pode resultar em dores logo ao amanhecer.

4. Torcicolo

O torcicolo é uma dor intensa que impede que a pessoa movimente o pescoço para o lado, cima ou baixo. Geralmente, é fruto de contraturas musculares ocorridas à noite, o que faz o indivíduo já acordar com dor.

No entanto, torcicolo também pode ocorrer em caso de movimentação muito rápida e brusca do pescoço, levantamento de peso, atividades físicas e excesso de tempo em uma mesma posição.

5. Artrose

Artrose é uma doença caracterizada por desgaste dos discos entre as vértebras e que pode afetar vários lugares da coluna – inclusive o pescoço.

O problema costuma ser fruto do envelhecimento, mas também pode ser gerado por traumas, atividades físicas que forcem as articulações, obesidade e deformidades ósseas.

6. Hérnia de disco cervical

O deslocamento de parte do disco intervertebral (localizado na parte superior da coluna) pode causar dor no pescoço. Ele ocorre em razão de lesão, má postura ou desgaste na coluna.

7. Artrite reumatoide

Outra causa da dor no pescoço é a artrite reumatoide, doença autoimune que provoca dores nas articulações de todo o corpo.

Os fatores de risco para o problema são predisposição genética, sobrepeso ou obesidade, tabagismo e desequilíbrios hormonais. Ainda pode ser fruto de infecções por micro-organismos que propiciam desequilíbrios no sistema imunológico.

8. Meningite

A inflamação das meninges (membranas que revestem o cérebro e a medula espinhal), conhecida como meningite, é uma condição que se manifesta inicialmente com rigidez e dores fortes no pescoço. Neste caso, uma dos principais queixas é a dificuldade de encostar o queixo no peito.

O problema geralmente é resultado de infecções por bactérias, fungos ou vírus.

9. Tumores

Alguns tumores – benignos ou malignos – na parte superior da coluna podem ser causas de dor na nuca.

Existem inúmeras razões por trás deste acometimento, que pode vir acompanhado de caroço e incômodo ao movimentar o pescoço.

10. Obstrução de artérias

O entupimento de vasos sanguíneos no pescoço, como a carótida, pode se manifestar com dor na região. Geralmente, o acometimento é resultado da obstrução por placas de gordura e coágulos.

Este diagnóstico pode ser fatal ou gerar sequelas em caso de evolução para acidente vascular cerebral (AVC).

Quando devo me preocupar?

Embora sentir este desconforto não necessariamente é um indício de que seu corpo enfrenta algo grave, ao invés de se perguntar o que pode ser dor no pescoço, o ideal é buscar auxílio médico – principalmente se o desconforto aumentar, durar mais de uma semana ou irradiar para outras áreas – para analisar o quadro e, caso seja grave, tratá-lo o quanto antes.

O profissional mais adequado para investigar as causas de dor no pescoço é o ortopedista.