HTLV: saiba mais sobre a infecção do vírus parente do HIV

30 de maio de 2018 ● POR Bruno Botelho dos Santos

Você sabe o que é o HTLV? O Vírus Linfotrópico da Célula Humana (HTLV) é um retrovírus que pertence à mesma família do vírus HIV. Apesar de provocar impacto menor que o que causa a Aids, é importante ficar atento a ele também, já que infecta a célula T humana — um linfócito importante para a defesa do nosso organismo.

Confira então quais são os tipos do vírus HTLV, seus sintomas e se existem tratamentos para o problema.

Os tipos de vírus HTLV

O vírus HTLV pode se apresentar em dois tipos: o HTLV-1 e o HTLV-2.

O primeiro está relacionado a doenças graves neurológicas degenerativas (paraparesia espástica tropical) e hematológicas, como a leucemia e o linfoma de células T humana do adulto (ATL). Polimiosites, poliartrites, uveítes e dermatites são problemas que estão relacionados com esse tipo do micro-organismo.

Já o tipo HTLV-2 não tem suas causas tão bem claras e definidas, afinal, ele quase nunca provoca qualquer dano ao organismo infectado, sendo pouco associado a doenças.

Transmissão do vírus

A forma de transmissão do vírus HTLV é a mesma que a do vírus HIV (Vírus da Imunodeficiência Humana):

  • Relação sexual desprotegida com uma pessoa infectada pelo vírus;
  • Transfusões de sangue;
  • Compartilhamento de seringas e/ou agulhas infectadas;
  • Da mãe infectada para a o recém-nascido (no aleitamento materno ou no momento do parto).

Quais são os sintomas?

Na grande maioria dos casos, os infectados pelo vírus HTLV acabam não apresentando sintomas ou problemas de saúde durante a vida toda. Apenas cerca de 10% das pessoas infectadas pelo vírus costumam apresentar algum tipo de sintoma.

Quando surgem, são geralmente indicativos de doença neurológica, como:

  • Dores na batata da perna e nos pés;
  • Dores na coluna lombar;
  • Fraqueza;
  • Dormência e formigamentos nos membros inferiores;
  • Problemas urinários (como a incontinência).

Podem ocorrer manifestações clínicas graves, como alguns tipos de câncer, leucemias e linfomas, além de problemas musculares, nas articulações (artropatias), nos pulmões, na pele (dermatites), oftalmológicas e urológicas.

Nos quadros em que ocorrem leucemia e/ou linfomas, os sintomas mais comuns são:

  • Lesões cutâneas maculopapulares;
  • Descamação;
  • Gânglios infartados;
  • Alterações visuais e ósseas.

Prevenção e tratamento

Assim como com as diversas outras infecções sexualmente transmissíveis (ISTs), o uso de preservativos (tanto o masculino quanto o feminino) é fundamental em todas as relações sexuais. Além disso, o não compartilhamento de seringas/agulhas ou qualquer outro objeto cortante e, ainda, é recomendada a não amamentação (aconselha-se o uso de inibidores de lactação e uso de fórmulas lácteas infantis).

O tratamento para a pessoa infectada pelo vírus HTLV vai ocorrer dependendo do diagnóstico do tipo do vírus. Ainda não foi descoberta uma solução terapêutica para eliminar o vírus completamente do organismo infectado. Porém, todas as doenças causadas pelo vírus apresentam tratamento, capaz de reduzir a sua presença na corrente sanguínea.

Por isso, uma pessoa que esteja com a infecção deverá procurar auxílio médico especializado para ser examinada o quanto antes. Isso possibilita a detecção precoce de qualquer sinal de doença e já dar início aos tratamentos necessários.

Quanto mais cedo forem tratadas as complicações causadas pelo HTLV, maiores são as possibilidades de que o tratamento seja eficaz.

Ou seja, o sucesso do tratamento depende principalmente dos seguintes fatores:

  • A precocidade que o diagnóstico for realizado;
  • Como o paciente segue as orientações médicas.

hehe