Primeira vez sempre dói? Resposta e dicas para se preparar

09 de setembro de 2019

|

POR Gabriele Amorim

Uma das dúvidas mais comuns e que aflige principalmente as meninas é sobre sentir dor na primeira relação sexual. Esse momento é marcante na vida de qualquer indivíduo, por isso é importante estar preparado e bem informado para aproveitar a experiência e criar boas lembranças.

Então, explicamos se a primeira vez sempre dói e como se preparar.

Afinal, primeira vez no sexo dói?

Não, nem sempre dói na primeira vez. A dor durante a primeira relação sexual é totalmente subjetiva e varia de pessoa para pessoa, assim como depende do estado emocional e dos níveis de excitação de ambas as partes.

Por isso, para construir um ambiente mais tranquilo e prazeroso é imprescindível ter calma e caprichar nas preliminares para obter a lubrificação necessária, evitando ou diminuindo uma possível dor ou incômodo durante a penetração.

A menina sempre sangra?

O sangramento durante a primeira penetração é comum em meninas, pois o músculo da região ainda não está alongado e acaba sofrendo pequenas fissuras. Mas não precisa se desesperar, pois o fluxo de sangue é baixo e costuma parar rapidamente.

Como se preparar?

É importante ter em mente que as consequências de algumas decisões podem refletir por toda a vida. Por isso, vale buscar informação de qualidade sobre sexualidade com especialistas, como ginecologistas e urologistas, mesmo antes do início da vida sexual. Dessa forma, quando o momento chegar, se estará preparado e para aproveitar a nova experiência com responsabilidade e consciência. 

Além disso, sentir-se confortável e feliz, sem cobranças e com consentimento de ambas as partes são fatores primordiais para que esse momento ocorra de forma natural e prazerosa. 

Fontes

Ginecologista Erica Mantelli, pós-graduada em Sexologia e Sexualidade pela Universidade de São Paulo (USP) – CRM 124315

Ginecologista Aberto Guimarães, mestre pela Escola Paulista de Medicina (UNIFESP) – CRM 66026

Psicóloga Cristiane M. Maluf Martin – CRP 48654/9