Dicas para cuidar da libido depois da menopausa

Atualizado em 25 de novembro de 2019

|

A menopausa é uma época de intensas mudanças dos hormônios femininos, que geram sintomas físicos e emocionais. Mas o fim do período reprodutivo não significa o fim da vida sexual, certo? Por isso, saiba como cuidar da libido mesmo após a menopausa:

O que é menopausa?

Ao contrário do que muitos pensam, a menopausa não se trata de um problema de saúde, sim de um fator natural que acontece com todas as mulheres em determinada fase da vida. O período define a última menstruação, ou seja, o término da época reprodutiva.

Os sintomas da menopausa acontecem, principalmente, antes do início dela em si e podem incluir secura vaginal, menstruação irregular, calores repentinos, dores de cabeça, alterações de humor, insônia e, por fim, redução da libido.

Como cuidar da libido?

A menopausa não deve ser encarada como a chegada da velhice, e sim como um novo momento de autoconhecimento e libertação de preocupações antes vivenciadas. Para isso, aqui estão dicas sobre como cuidar da libido e preservar ou até melhorar a vida sexual mesmo depois da menopausa:

  • Cuide dos hormônios: os níveis hormonais não podem ser controlados sem orientação médica, por isso, consulte-se com um ginecologista regularmente;
  • Atenção à saúde emocional: nessa fase, a autoestima da mulher pode sofrer grandes abalos, principalmente pelo “distanciamento da juventude”. Portanto, relaxe e cuide da mente assim como cuida do corpo;
  • Renove a relação com o parceiro(a): aproveite o momento para realizar fantasias, fazer o que sempre teve vontade e fortalecer ainda mesmo o relacionamento e a intimidade com o outro.
  • Estimule a sexualidade: com as oscilações hormonais, é comum ter pensamento eróticos, portanto não os reprima e sim os estimule. Nesse momento, a masturbação é uma ótima alternativa para se conhecer ainda mais.

 

Fonte

Ginecologista Ginecologista Luciana Deister – CRM 5283899-3/RQE 28906