Ceratocone: o que é, sintomas, complicações e tratamentos

08 de janeiro de 2019

|

POR Ligia Lotério

Ceratocone é uma doença que pode ocorrer em um ou em ambos os olhos e resulta em visão turva e sensibilidade à luz e ao brilho. Muitas vezes, começa durante a adolescência ou no início da juventude e progride lentamente por 10 anos ou mais.

O que é ceratocone?

Ceratocone é uma das doenças dos olhos mais comuns. Progressiva, ela altera a forma da córnea de arredondada para cônica, fazendo com que a luz que entra no olho seja desviada e, como resultado, deixa a visão fica distorcida.

 

Diagrama mostrando olho com e sem ceratocone.

Sakurra/Shutterstock

Causas

Ainda não se sabe ao certo o que causa ceratocone, mas acredita-se que exista um componente hereditário, visto que uma em cada dez pessoas afetadas apresenta histórico da doença em parentes de primeiro grau.

Além disso, alguns estudos ligaram o ceratocone a alergias e à fricção excessiva dos olhos.

Fatores de risco

  • Histórico familiar de ceratocone
  • Hábito de esfregar os olhos vigorosamente
  • Apresentar condições que predispõem o problema, como síndrome de Down, síndrome de Ehlers-Danlos, rinite alérgica e asma

Sintomas

Os sintomas de ceratocone se diferem em cada olho e podem progredir com o tempo. Enquanto alguns pacientes demoram muitos anos para chegar ao estágio final, outros o atingem rapidamente.

Estágio inicial

  • Visão levemente embaçada e distorcida
  • Aumento da sensibilidade à luz e ao brilho
  • Vermelhidão
  • Inchaço dos olhos

Estágios avançados

Nesta fase, a córnea apresenta tecido cicatricial, perde a suavidade e se torna menos clara. Como resultado, há:

  • Visão consideravelmente embaçada e distorcida
  • Aumento da miopia e/ou do astigmatismo

Diagnóstico

O ceratocone pode ser diagnosticado por um médico oftalmologista por meio dos seguintes exames:

Refração dos olhos

Usa-se um equipamento especial para verificar problemas de visão por meio da análise da nitidez em combinações de cores.

Lâmpada de fenda

Com ou sem colírios de dilatação da pupila, um feixe de luz vertical é direcionado à superfície do olho enquanto o oftalmologista usa um microscópio de baixa potência para avaliar a forma da córnea.

Ceratometria

O oftalmologista focaliza um círculo de luz na córnea e mede o reflexo para determinar sua forma básica.

Mapeamento corneal computadorizado

Testes fotográficos especiais mapeiam a córnea de forma detalhada e medem sua espessura.

Tem cura?

Ainda não existe cura para ceratocone, mas felizmente o uso de óculos e lentes de contato pode ser suficiente para retardar os sintomas nas primeiras fases do acometimento.

Por este motivo, é importante realizar exames regulares para diagnosticar o problema o quanto antes e reduzir a velocidade de sua progressão.

Como tratar?

Há várias opções de tratamento para ceratocone, as quais dependem do estágio do paciente.

Óculos

Os óculos são eficazes na correção da miopia e do astigmatismo presente nos primeiros estágios de ceratocone.

Conforme a condição avança e a córnea se torna muito cônica, os óculos deixam de ser adequados e funcionais para endireitar a visão.

Lentes de contato

Gelatinosas

Esse mecanismo pode corrigir a visão embaçada em casos iniciais de ceratocone, mas conforme a doença avança e o formato das córneas muda é necessário mudar o grau.

Duras

As lentes de contato duras geralmente são empregues em casos mais avançados de ceratocone. No início elas podem ser desconfortáveis, mas costumam ser funcionais e adaptáveis em longo prazo.

Piggyback

Ainda é possível colocar uma lente de contato rígida em cima de uma macia quando o desconforto pelo uso apenas da dura for excessivo.

Híbridas

Essas lentes de contato são rígidas no centro e macias nos cantos, propiciando maior conforto.

Esclerais

Úteis para o ceratocone avançado, ficam somente na parte branca do olho, chamada esclera, ao invés da córnea.

Cirurgias

Casos de cicatrizes ou afinamento nas córneas ou extrema dificuldade de visão podem ter indicação cirúrgica. As técnicas operatórias incluem:

Inserções de córnea

São inseridas placas plásticas minúsculas na córnea para achatá-la, melhorar a visão e aumentar a tolerância às lentes de contato

Transplante de córnea

A ceratoplastia pode transplantar apenas uma parte ou a totalidade da córnea por tecido doado. Geralmente, é necessário continuar usando lentes de contato rígidas, visto que a remissão total do ceratocone pode levar alguns anos.

Complicações

Há casos em que a córnea incha tão repentinamente que causa redução súbita da visão e cicatrização.

Pode cegar?

Em quadros muito avançados o grau de embaçamento das vistas pode ser tão prejudicial quanto a cegueira.

Tem como prevenir?

Ainda não são conhecidas maneiras certeiras de prevenir o problema, mas recomenda-se realizar exames oftalmológicos de rotina regularmente e evitar coçar os olhos demasiadamente.

 

Fontes

American Academy of Ophthalmology. What Is Keratoconus? Disponível em: www.aao.org/eye-health/diseases/what-is-keratoconus

Mayo Clinic. Keratoconus. Disponível em: www.mayoclinic.org/diseases-conditions/keratoconus/diagnosis-treatment/drc-20351357

Conselho Brasileiro de Oftalmologia. CERATOCONE. Disponível em: www.cbo.net.br/novo/publico-geral/ceratocone.php