Como evitar a ejaculação precoce? Veja algumas dicas e exercícios

Atualizado em 25 de agosto de 2020

Revisado por: Dr. Flávio Iizuka

CRM 75674/SP

A ejaculação precoce é um problema mais comum do que você pensa. Segundo a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), a incidência chega a aproximadamente 30% dos homens brasileiros. Isso quer dizer que, estatisticamente, 1 em cada 3 homens têm ejaculação precoce no Brasil. Muito, não?

Pois é, mas não é porque o problema é comum que ele se torna menos incômodo. E nós bem sabemos que um bom desempenho sexual é muito importante não só para os rapazes, mas também para relacionamentos de um modo geral.

A boa notícia é que existe solução, mas muitos homens não sabem como evitar a ejaculação precoce. Por isso, resolvemos preparar um conteúdo com algumas dicas de exercícios que podem “dar aquela mãozinha”. Continue lendo e confira!

O que é ejaculação precoce?

Antes de qualquer coisa, é bom contextualizar. Ejaculação todos sabem o que é: trata-se do ponto máximo da excitação masculina, quando há liberação de esperma.

Normalmente, quando sente que a ejaculação está próxima, o homem tem a possibilidade de interromper ou continuar o ato até finalizar.

Mas quem sofre de ejaculação precoce não consegue controlar o fluxo de esperma, e o alívio proporcionado pelo orgasmo acaba se tornando um motivo para constrangimento – justamente por acontecer antes do que ele gostaria.

Existem, hoje, duas formas de definir a ejaculação precoce. Uma é baseada no tempo, que é uma ejaculação que ocorre menos de 1 minuto após a penetração (nos casos mais graves), mas muitos pacientes tem ejaculação com 2 ou 3 minutos e estão descontentes, porque não é o suficiente para satisfazer o parceiro.

“Ejaculação precoce é aquela que ocorre antes do momento desejado, não baseada no tempo, mas que provoca insatisfação, tanto do parceiro como do próprio paciente, em mais de 50% das relações habituais”, explica o urologista Flávio Iizuka.

Tem como evitar a ejaculação precoce?

Felizmente, a resposta é sim. Abaixo, nós separamos dicas que mais ajudam contra a ejaculação precoce, na visão de especialistas.

Exercício (stop and go)

É possível sim evitar a ejaculação precoce com exercício, na técnica chamada de “stop and go”.

A pessoa durante o ato sexual, quando está chegando perto do momento de ejaculação, retira o pênis da vagina e comprime a glande polegar e indicador por 3 segundos, fazendo que ocorra uma perda da ereção de 20 a 30%, mas esse estímulo que é um pouco doloroso acaba cessando a vontade de ejacular.

A pessoa ainda continua excitada, volta a ter a relação, e consegue ganhar o mesmo tempo que ele estava segurando, ou seja, ele dobra o tempo de contensão vaginal, que é o tempo de penetração.

“Isso muitas vezes vai resolvendo o problema do paciente. O exercício precisa ser feito em conjunto durante o ato sexual”, explica o urologista.

Técnicas de relaxamento

A ansiedade é um problema bastante comum e que afeta a vida das pessoas de diversas formas – inclusive nas relações sexuais. Em alguns casos, ela pode ser a causa para a ejaculação precoce, e algumas técnicas de relaxamento podem ajudar.

Atividades como yoga, acupuntura, terapia básica, pilates, aulas de música e pintura aliviam o estresse e afastam a pessoa da rotina e de seus problemas.

Essas técnicas podem reduzir a ansiedade e aumentar a confiança do homem, o que é muito importante para o controle da ejaculação, principalmente durante as relações sexuais.

Outras que dicas que podem ajudar 

Mantenha frequência na atividade sexual

Uma frequência habitual de atividade sexual, de uma ou duas vezes por semana, melhora muito a questão da ejaculação precoce. E o oposto, quando a pessoa tem uma relação por mês, faz com que uma pessoa que não tinha ejaculação precoce acaba tendo.

Então, a manutenção de uma frequência de atividade sexual ou pelo menos a realização de masturbação – onde ele alivia a tensão sexual pelo menos uma vez por semana, reduz a sintomatologia da ejaculação precoce.

Mude as posições sexuais

Algumas posições sexuais também influenciam na ejaculação precoce, uma vez que podem determinar a duração até que o homem chegue ao orgasmo. Por isso, busque movimentos aliviem essa tensão.

O ideal são posições onde o homem controla os movimentos de vai e vem do parceiro, tendo mais controle. Quando a mulher cavalga o homem ele tem menos controle sobre a ejaculação.

O paciente que ainda está em tratamento, deve ficar em posições onde ele fica por cima, a famosa posição “papai/mamãe” ou, então, a posição de penetração por trás.

Medicação

A medicação pode ajudar no tratamento da ejaculação precoce, mas somente o médico pode prescrever. Uso de ansiolíticos e antidepressivos resolve o problema na maioria dos casos.

Camisinha ajuda?

O uso de camisinha está comprovado que não tem nenhum benefício para ejaculação precoce. Mas vale lembrar que é fundamental para prevenir infecções sexualmente transmissíveis (ISTs) ou evitar uma possível fecundação, no caso de casais heterossexuais.

Uso de cremes ajuda?

O uso de cremes anestésicos também não tem efeito. É a mesma lógica da camisinha. Nenhum método que reduz a sensibilidade local é eficaz.

 

Fontes

Urologista Flávio Iizuka, diretor da Climedin e Membro Titular da Sociedade Brasileira de Urologia (TISBU) – CRM 75674/SP