Saiba como se livrar do inchaço da TPM

03 de agosto de 2017

|

POR Marina Zyrianoff

Todo mês acontece a mesma coisa para mais de 70% das brasileiras, segundo o Ministério da Saúde: cerca de 10 dias antes do início do ciclo menstrual começam as alterações de humor, os seios sensíveis, o desejo por comidas específicas, a fadiga, a irritabilidade e a retenção hídrica – conjunto de fatores que indicam a famosa TPM (tensão pré-menstrual).

Fora todos esses sintomas, devido à variação hormonal por conta do ciclo menstrual algumas mulheres sofrem também com inchaço e, consequentemente, aumento de peso – isso acontece porque as taxas de hormônios como testosterona, estrógeno e progesterona ficam desequilibradas.

Como minimizar, então, todo o mal-estar e o inchaço da TPM? Aqui o lutar contra a balança vai além dos exercícios – a alimentação saudável garante mente e corpo equilibrados.

Abaixo listamos algumas dicas de como reduzir a retenção hídrica e, assim, se livrar do inchaço.

Consuma MUITO líquido

É muito importante o consumo de líquidos durante este período, principalmente água e chás diuréticos, que irão estimular os rins e melhorar a circulação.

Alimentos ricos em água também são boas opções, como melancia, melão, alface e pera. Além das frutas cítricas, ricas em vitamina C, como laranja, caju, goiaba e limão, que também ajudam no processo.

Evite bebidas ricas em cafeína

Café, chá mate, chá preto e refrigerantes à base de cola causam irritabilidade no organismo, o que pode fazer com que o inchaço incomode ainda mais.

Evite o sal, procure produtos com potássio

Nesse período, o sal aumentará ainda mais a retenção de líquidos. A maioria dos alimentos possui quantidade suficiente de sódio – o indicado é substituí-lo por temperos naturais, como ervas, que valorizem o sabor da comida.

Para diminuir ainda mais a concentração de sódio no organismo, é indicado consumir produtos ricos em potássio, como banana, água de coco e uva passa.

Consuma mais Vitamina E e Grãos integrais

Eles podem ser encontrados em nozes, castanhas e chás diuréticos (como erva doce, camomila e chá verde) e ajudam a melhorar os sintomas de inchaço.

Evite doces

Sabemos que a vontade por chocolate é alta. Mas, apesar de aliviar o desconforto por conta da sensação de prazer, possui Metilxantina, uma substância semelhante à cafeína e, por conta disso, deve ser evitado. Se não der para aguentar, prefira aqueles com 70% de cacau ou mais e consuma com moderação.

Evite frituras e produtos industrializados

Molhos condimentados como catchup, molho inglês, shoyu; sopas instantâneas, refrigerantes, sucos de caixinha, caldos artificiais e fast food passam por processos ricos em sódio para aumentar o tempo de conservação e melhorar o sabor.

Evite bebidas alcoólicas

Mesmo que proporcione um alívio na ansiedade, intensifica a retenção de líquidos e os quadros de dores.

Pratique exercícios físicos leves

Caminhada e exercícios aeróbicos são bons exemplos de estímulos à circulação e ajudam a acelerar o metabolismo. Natação e hidroginástica são bons para reduzir a sensação de desconforto causada pelo inchaço.

 

 

Fonte: Juliana Pizzocolo Martins (nutricionista membro no IBNF – Instituto Brasileiro de Nutrição Funcional)