Calculadora Relação Cintura Quadril

Confira o Resultado

O seu resultado foi:

0,00

Relação cintura quadril

CM

CM

Atesto que sou maior de 18 anos e aceito
a Política de Privacidade e Segurança.

Há 40 anos, não se sabia com exatidão a importância da distribuição da gordura corporal. Aos poucos foi ficando claro que a gordura intra-abdominal, a visceral, era a grande vilã pois estava relacionada a inúmeras doenças crônicas e, hoje em dia, sua avaliação é a mais importante em termos de saúde.

Os principais riscos são associados principalmente às seguintes doenças metabólicas:

  • Diabetes
  • Colesterol e Triglicérides elevados
  • Hipertensão
  • Excesso de Ácido Úrico
  • Doenças cardiovasculares (infarto, por exemplo)
  • Também há uma grande associação com vários tipos de Câncer, como Mama, Endométrio, Próstata e Cólon.

Como medir a cintura e o quadril?

  • Tamanho da Cintura (altura do umbigo)
  • Tamanho do Quadril (medir na parte mais larga do quadril)

Cintura: a medida no maior perímetro abdominal entre a última costela e a crista ilíaca (osso da bacia), segundo recomendações da OMS. Medir na altura da cicatriz umbilical é o que mais se aproxima dessa ideia.

Quadril: um dos locais mais difíceis, pois não é bem delimitado e tem muitas variações estruturais individuais. A medida do quadril seria o seu maior diâmetro, com a fita métrica, passando sobre os trocânteres maiores – os ossos que sentimos se apalparmos os “culotes”.

A dificuldade é encontrar essas referências ósseas em pessoa obesas. Por isso, na prática, utiliza-se muito mais a circunferência abdominal do que a relação cintura quadril.

A justificativa

Apesar da RCQ poder mostrar que o peso não tem proporcionalmente tanta gordura abdominal, o que mais interessa é a existência da própria gordura abdominal ou não. Portanto, a medida da circunferência abdominal reflete melhor o conteúdo de gordura visceral do que a RCQ, e também se associa muito à gordura corporal total.

Pode-se usar a Calculadora de IMC que é útil para definições de normalidade, sobrepeso e obesidade.

A OMS considera a RCQ um dos critérios para caracterizar o risco de ter doenças associadas à obesidade visceral, com valores de corte de 0,90 para homens e 0,85 para mulheres.

Fonte: Dr. Wilmar Accursio – Endocrinologista e Nutrólogo – CRM 37365-SP