Falta de higiene bucal pode piorar hipertensão, diz estudo

22 de outubro de 2018

|

POR Bruno Botelho dos Santos

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de um bilhão de pessoas em todo o mundo são hipertensas. Uma pesquisa publicada na revista Hypertension, da American Heart Association, mostrou que indivíduos que têm pressão alta e tomam remédios para o problema são mais propensos a se beneficiar do tratamento se mantiverem boa saúde bucal. Entenda:

Hipertensão e falta de higiene bucal

As análises do estudo foram baseadas em uma revisão de registros médicos e odontológicos de mais de 3.600 pessoas com pressão alta.

Foi descoberto que pacientes com saúde bucal saudável respondem melhor a medicamentos para baixar a pressão arterial em comparação aos que apresentam doença periodontal – condição inflamatória que afeta os tecidos de suporte e sustentação dos dentes, como gengivite ou periodontite.

Ainda foi revelado que tais acometimentos reduzem em 20% a probabilidade de atingir níveis saudáveis ​​de pressão arterial, em comparação aos casos com boa saúde bucal.

Alterações na pressão sistólica

De acordo com as últimas recomendações da American Heart Association, a hipertensão arterial é constatada em leituras a partir de 130 mmHg para a medição sistólica e/ou a partir de 80 mmHg para a diastólica.

No estudo, pacientes com periodontite grave tinham pressão sistólica, em média, 3 mmHg maior do que aqueles com boa saúde bucal.

A presença da doença periodontal se estabelece como um agravante ainda mais importante para hipertensos não tratados, cuja pressão sistólica aumentou até 7 mmHg.

Conclusão

O estudo evidencia que manter bons hábitos de higiene bucal, como escovação adequada e uso de fio dental, pode ser tão importante no controle da hipertensão quanto adotar mudanças no estilo de vida, como dieta pobre em sal, prática de exercícios e controle de peso.

Segundo os pesquisadores, os resultados se relacionam com outros dados que ligam inflamação bucal a danos nos vasos sanguíneos e risco cardiovascular.