Café da manhã pode sabotar sua dieta, descobrem cientistas

11 de fevereiro de 2019

|

POR Bruno Botelho dos Santos

Estudo australiano descobriu que pessoas que costumam tomar café da manhã consomem mais calorias no geral e têm apetite maior à tarde, o que pode atrapalhar dietas.

Isso contraria diversos outros trabalhos que traçam uma ligação positiva entre a refeição e a manutenção de um peso saudável. Entenda:

Café da manhã não ajuda a perder peso

A pesquisa divulgada no periódico científico BMJ, do Reino Unido, revisou resultados de 13 estudos sobre o efeito do café da manhã no peso e no consumo de energia.

Foram encontradas poucas evidências que sustentam as crenças de que essa refeição ajuda a perder peso ou evita seu ganho excessivo.

Evidências

Dos 13 estudos revistos, alguns analisaram o efeito do café da manhã na mudança de peso e outros seu efeito sobre a ingestão de energia.

Os pesquisadores descobriram que pessoas que geralmente tomam café da manhã consomem, em média, 260 calorias por dia a mais do que aquelas que pulam a refeição. Além disso, quem é adepto da refeição pesa, em média, 0,44 kg a mais do que aqueles quem não é.

Conclusão

O estudo sugere que a refeição matinal pode não ser uma boa estratégia para a perda de peso, independentemente do hábito estabelecido.

Os pesquisadores alertam que suas descobertas devem ser tratadas com cautela, já que a qualidade dos estudos apresentados é baixa: todos os 13 tinham risco alto ou pouco claro de viés. Além disso, eram de curto prazo, com período médio de sete semanas para o peso e duas semanas para a ingestão de energia.

Portanto, são necessárias mais análises de qualidade para determinar se o café da manhã é mesmo um vilão das dietas. Enquanto isso, é preciso cuidado ao adotá-lo para perda de peso.