Atividade física rejuvenesce a pele, diz estudo

01 de agosto de 2017

|

POR Redação

Esqueça os cremes anti-rugas e outros produtos estéticos que ajudam a driblar o envelhecimento da pele. Segundo um estudo feito pela Universidade McMaster, de Ontário (Canadá), há uma forma muito mais saudável de manter sua cútis mais jovem: a prática de exercícios.

Para chegar a essa descoberta, os pesquisadores da instituição de ensino canadense utilizaram ratos de laboratório como cobaias. Os cientistas notaram que depois de certo período sem exercícios em suas rodas de corrida os animais ficavam fracos, carecas e doentes mais rapidamente.

Animados pelos resultados obtidos com os pequenos roedores, os pesquisadores começaram a estudar um grupo de 29 voluntários, entre 20 e 84 anos. Metade deles foi submetida a, pelo menos, três horas de atividade física moderada ou vigorosa semanalmente, enquanto o restante permaneceu sedentário.

Depois disso, todos os participantes do experimento forneceram amostras da pele das nádegas, região pouco exposta aos danos solares. Por fim, os resultados mostraram que o grupo mais ativo tinha a pele visivelmente mais jovem.

Em um terceiro experimento, os cientistas botaram um grupo de pessoas sedentárias, acima de 65 anos, para se exercitar por três meses. Ao comparar o “antes e depois” das amostras, os pesquisadores verificaram que a pele dos idosos tinha a mesma aparência da cútis de pessoas entre 20 e 40 anos, no máximo.