Anorexia é causada por falhas no metabolismo, descobre estudo global

17 de julho de 2019

|

POR Ligia Lotério

Um estudo global descobriu que anorexia nervosa não é apenas um distúrbio de origem psiquiátrica, como se imaginava anteriormente, mas também apresenta causa metabólica.

A pesquisa, realizada por mais de 100 pesquisadores do King’s College de Londres e da Universidade da Carolina do Norte em Chapel Hill, nos Estados Unidos, teve como base quase 17 mil casos do transtorno alimentar registrados em 17 países da América do Norte, Ásia, Europa e Oceania.

Mutações genéticas relacionadas à anorexia

A pesquisa, publicada na Nature Genetics, identificou oito variantes genéticas ligadas à anorexia nervosa – doença que leva o indivíduo a desenvolver obsessão por seu corpo e resulta em peso excessivamente baixo e compulsão por atividades físicas.

Os resultados sugerem que as causas genéticas do distúrbio não são apenas psiquiátricas, mas também metabólicas, influenciando fatores como glicemia, gordura e medidas corporais. Isso explica porque pacientes voltam a pesos baixos mesmo após serem realimentados adequadamente em hospitais.

Para chegar ao resultado, os cientistas tiveram como base 16.992 casos da doença relatados pela Anorexia Nervosa Genetics Initiative e pelo Eating Disorders Working Group do Psychiatric Genomics Consortium.

Tratamento direcionado

O estudo também descobriu que há correlação genética entre anorexia e outros distúrbios psiquiátricos, como bipolaridade, transtorno obsessivo-compulsivo (TOC) e depressão.

Ainda foi revelado que a propensão a realizar atividades físicas excessivamente por pessoas com anorexia também é influenciada por fatores genéticos.

Como resultado, o estudo concluiu que a anorexia nervosa precisa ser considerada e tratada como um “distúrbio metabo-psiquiátrico”, o que pode aumentar a estabilidade do paciente após tratamento adequado.