Anitta é diagnosticada com estafa, quadro que pode evoluir para depressão

03 de setembro de 2019

|

POR Bruno Botelho dos Santos

A cantora Anitta, 26 anos, foi diagnosticada com estafa, distúrbio caracterizado por exaustão física e mental e que pode evoluir para depressão. A artista cancelou a gravação do programa que apresenta no canal Multishow, “Anitta Entrou no Grupo”, e que iria ao ar nesta terça-feira (3) para repousar e tratar o problema.

Anitta é diagnosticada com estafa

Segundo a assessoria de imprensa de Anitta, a cantora tirou alguns dias de folga para se recuperar do quadro de estafa e logo estará de volta com sua agenda de compromissos. O canal Multishow também divulgou um comunicado sobre a gravação do programa: “Excepcionalmente nesta semana, não haverá episódio inédito”.

Estafa é um quadro psicológico comum que é ocasionado por excesso de atividades, geralmente as relacionadas ao trabalho ou a esportes. No caso de Anitta, viagens internacionais, shows e demais compromissos da carreira podem estar por trás do diagnóstico.

“O cansaço pode ser tão grande que chega a criar um bloqueio cognitivo, então a pessoa começa a não ter comportamento e funcionalidade adequados”, explica a psicóloga clínica Veruska Ghendov.

Em quais casos pode surgir a estafa?

Estafa geralmente é fruto de alta atividade do processo mental somada à falta de cuidados com aspectos inerentes ao organismo, como sono e alimentação.

Conforme o esgotamento avança, há prejuízos na parte cognitiva, os quais criam déficits de atenção, concentração e memória. Os sintomas são explicados pela incapacidade do Sistema Nervoso em produzir as sinapses corretamente.

Como identificar?

Muitas vezes pode-se confundir cansaço pontual com estafa. Por isso, é importante ficar de olho nos sintomas do transtorno, que pioram com o passar do tempo. Eles incluem:

  • Cansaço
  • Tristeza
  • Angústia
  • Insônia
  • Irritabilidade
  • Fraqueza
  • Dores no corpo
  • Falha de memória
  • Gastrite
  • Perdas de memória, que pode até ficar comprometida
  • Agressividade
  • Queda aguda de produtividade

Quando a pessoa apresenta estresse e fadiga física e emocional e ainda assim insiste na rotina intensa, o processo piora. Com o desgaste, podem surgir problemas emocionais, como depressão e síndrome do pânico.

Tem tratamento?

Psicólogos, psiquiatras e até mesmo clínicos gerais são capazes de diagnosticar e tratar o quadro. Além do descanso, a psicoterapia é essencial para ampliar o processo de gerenciamento de sentimento por parte do indivíduo, além de ajudá-lo a administrar suas tarefas juntamente com a necessidade de descanso.

Para tratar estafa, é fundamental melhorar a rotina e mudar o estilo de vida. Algumas atitudes necessárias são melhorar a qualidade do sono, descansar, manter uma alimentação saudável e praticar atividades físicas moderadamente.

Fontes

Psicóloga clínica Veruska Ghendov, do Consultório de Psicologia Veruska Ghendov – CRP 06/59039