Sexo na gravidez: as 6 melhores e confortáveis posições sexuais para grávidas

10 de maio de 2018 ● POR Amanda Grecco

Ter relações sexuais durante a gestação é normal, saudável e não apresenta nenhum risco. É muito comum que gestantes tenham medo que o sexo na gravidez possa causar algum problema para o feto, mas é bom que você saiba que isso não passa de uma lenda.

Além disso, existem posições sexuais muito confortáveis que ajudam o casal a se sentir mais seguro durante o ato — até mesmo no último trimestre da gestação.

Como fazer sexo na gravidez com segurança?

Existem alguns casos em que a penetração será desaconselhada pelo médico, mas somente em situações de recente abortamento em gestação anterior, sangramento, ameaça de parto prematuro ou perda do líquido amniótico. De qualquer forma, é sempre melhor consultar a opinião de um médico de sua confiança.

É importante lembrar que o orgasmo feminino pode ajudar a dar início ao trabalho de parto, mas somente no caso de mulheres que já estão próximas ao período do parto. Portanto, as contrações naturais causadas pelo orgasmo não causam nenhum mal, a menos que a gestante apresente riscos para entrar em trabalho de parto prematuro, ou ruptura da bolsa precoce.

Durante a gestação, as posições que eram confortáveis no início vão se tornando um pouco mais difíceis por causa do barrigão que vem surgindo. Nos primeiros três meses, normalmente não há grandes complicações já que o corpo ainda não mudou muito. Entretanto, conforme o bebê vai crescendo, é preciso encontrar posições mais confortáveis.

6 posições sexuais para grávidas

Confira a lista que preparamos para os casais que estão buscando as posições sexuais mais confortáveis — tanto para o homem quanto para a mulher:

1. De lado

A posição costuma ser muito bem aceita pelas gestantes em todas as fases, porque não comprime em nada a barriga. Para fazê-la, a mulher deita de lado e deixa as pernas em um ângulo de 90º e o parceiro se mantém atrás. A barriga fica apoiada na lateral, dando conforto para a mulher.

2. Papai e mamãe com apoio

A tradicional posição é uma boa opção para as futuras mamães com até cinco meses de gestação, mas com apoio fica ainda mais confortável e pode ser praticada até o nono mês.

O homem pode ficar deitado e flexionar as penar para que a mulher encoste as costas e sinta maior conforto. Como a dor na lombar é algo comum para as grávidas, esta posição ajuda a dar mais estabilidade na região.

3. Papai e mamãe com a mulher ao contrário

Por mais que o nome seja complicado, a posição é bem simples. A mulher sente sobre o homem, mas virada de costas para ele, tendo os joelhos dele como apoio para fazer os movimentos.

É uma posição bem confortável, já que a barriga não fica pressionada e a mulher pode inclinar a coluna para frente com o apoio dos joelhos do homem. Esta posição costuma ser contraditória, é preciso ver se o peso sobre o homem não será demasiado e se a mulher se sente confortável com ela.

4. Tesoura

Esta é indicada para todos os meses da gestação. A mulher permanece deitada com uma perna esticada e outra flexionada. O homem encaixa as pernas, também deixando flexionada apenas uma delas (a oposta à da mulher), porém ele fica levemente inclinado por o apoio de uma das mãos e consegue fazer os movimentos sem pressionar a barriga dela.

5. Em quatro apoios

A posição é bem aceita para as grávidas de até seis meses, porque a barriga fica solta e sem apoio. Quando o bebê estiver maior, o peso sobre a coluna será muito grande e a mulher poderá sentir um pouco de dor, mas até segundo trimestre pode ser uma boa opção.

6. Sexo oral

Para facilitar o alcance da cabeça à vagina, a mulher pode deitar acomodando a lombar na beira da cama, deixando as pernas flexionadas apoiadas também na cama. O homem pode ajoelhar, com o auxílio de um travesseiro, para fazer o sexo oral com maior conforto.