Benefícios do rugby: esporte combina saúde e valores

15 de julho de 2019

|

POR Gabriele Amorim

Durante uma aula de educação física em 1823, na cidade de Rugby, na Inglaterra, um goleiro atravessou o campo carregando a bola em mãos, desprezando as regras do futebol até então conhecido e dando origem ao rugby. Esse menino chamava-se William Webb Ellis, nome dado hoje ao troféu da Copa do Mundo de Rugby. Em 2016, a modalidade entrou para os jogos olímpicos. 

O esporte apresenta diversos benefícios, tanto físicos quanto psicológicos. Conheça as regras, riscos e como começar a praticar:

Como jogar

No rugby, existem duas modalidades principais: rugby de quinze e seven-a-side. A primeira é a mais praticada e conta com 15 jogadores titulares em cada time, com oito reservas. 

O jogo é composto por dois tempos de 40 minutos cada. Um time é formado por oito jogadores pesados e sete jogadores leves, atendendo a todas posições necessárias.

O objetivo central do esporte é cruzar a linha da área de pontuação do campo adversário, colocando a bola no chão.

Para impedir o avanço do time com a posse da bola, a defesa é feita por meio do tackle, termo utilizado para denominar o ato de levar o adversário ao chão.

Caso o ataque seja bem sucedido, o time conseguirá cinco pontos e ganhará a possibilidade de fazer um chute direto ao gol. Esse chute, se acertado, garantirá dois pontos adicionais ao time.

Outra forma de pontuar é a realização de um chute direto ao gol durante a partida, o que dá ao time três pontos, se concretizado.

Faltas

Durante um jogo de rugby, a passagem de bola pode ser feita somente para trás. Dessa forma, caso isso não aconteça, é possível cobrar as penalidades de diversas formas.

A mais famosa é o scrum, momento em que os oito jogadores pesados de cada time, em uma disputa de força, fazem uma formação entrelaçada, disputando a posse da bola.

Benefícios do rugby

Esporte democrático

Qualquer pessoa pode jogar rugby, independentemente de peso, idade e estatura, pois existem posições para todos durante o jogo.

Trabalha todas as capacidades físicas

As habilidades exigidas no rugby refletem positivamente no desenvolvimento de força, flexibilidade, resistência, agilidade e equilíbrio.

Esporte coletivo

Para uma jogada ser concretizada, é preciso que mais de um atleta participe da mesma. É muito raro que um único jogador consiga atravessar o campo todo sem passar a bola para outro.

Formação do cidadão

A modalidade ajuda na formação de valores, fortalecimento de caráter, espírito de companheirismo e trabalho em equipe.

Melhor qualidade de vida

Como qualquer atividade física, o esporte é um grande aliado contra o sedentarismo, um dos principais fatores de risco para doenças cardiovasculares como infarto e acidente vascular cerebral (AVC).

Riscos

Por ser um esporte de contato, durante o rugby, é possível acontecer lesões, fraturas, luxações (principalmente nos dedos), batidas de cabeça e arranhões.

Cuidados durante o jogo

O mais importante é manter-se focado para evitar acidentes. É essencial desenvolver boas técnicas para não se machucar ou machucar os adversários. Ter uma musculatura bem desenvolvida, com força e resistência para se proteger, fará toda diferença.

Além disso, alguns acessórios são imprescindíveis durante uma partida de rugby, como protetor bucal, protetor de cabeça – chamado de scrum cap – e uma segunda pele acolchoada que protege os ombros e costelas.

Como começar a praticar

Para começar a praticar o esporte, é preciso:

1. Gostar da modalidade;
2. Querer e ter força de vontade para um novo desafio, independentemente da idade;
3. Fazer um check-up médico;
4. Procurar por um clube com a modalidade e profissionais de educação física;
5. Não ter medo de contato ou de se sujar.

Tendo esses cinco pontos em mente, você estará pronto para começar a praticar rugby e se apaixonar pelo esporte.

Fontes

Profissional de educação física Ari de OIiveira Carvalho Junior, professor coordenador do Núcleo Pedagógico da Disciplina de Educação Física na Diretoria de Ensino de Mogi das Cruzes. CREF 2336-G/SP

Profissional de educação física Thiago Navarro Barbosa da Silva. CREF 131482-G/SP