Melhores exercícios para culote: 6 potentes para derreter gordura

O acúmulo de gordura na região lateral do quadril é mais comum em mulheres devido à propensão de acumular gordura nas coxas. Geralmente, é resultado de diversos fatores, como tendência genética, sedentarismo, alimentação rica em gordura e carboidratos, estresse, queda do metabolismo e diminuição da vascularização. Excesso de gordura no culote pode ser eliminado por meio da abordagem certa. Embora não exista nenhum exercício específico que faça perder somente medidas dessa região, alguns movimentos podem ajudar.

A seguir, saiba quais são os melhores exercícios para o culote:

É possível eliminar o culote?

Embora seja uma tarefa árdua e que exige paciência, é possível amenizar a aparência do culote por meio da combinação de dieta hipocalórica e exercícios físicos aeróbios e específicos.

Melhores exercícios para culote

São indicados treinos que mobilizem grandes grupos musculares, já que promovem maior gasto calórico e, consequentemente, redução da gordura.

O controle de intensidade e carga em cada sessão de treinamento é fundamental para obter resultados, o que pode ser determinado por um profissional de Educação Física.

Veja quais são os melhores exercícios para culote:

Agachamento

 

mulher fazendo exercício de agachamento
g-stockstudio/Shutterstock

O agachamento é um exercício completo e que pode ser feito em qualquer lugar. Para trabalhar os músculos com consciência, é indicado executá-lo em velocidade lenta.

A posição inicial é ereta, com os pés separados na distância do quadril e os braços na cintura. Então, deve-se dobrar os joelhos, ao mesmo tempo em que direciona o bumbum para trás, até formar um ângulo de 90° com a parte posterior das pernas – como se estivesse sentado em uma cadeira.

Durante o movimento, é importante manter os calcanhares no chão e evitar mover os joelhos para dentro.

Dança

 

Dança é uma ótima pedida para emagrecer e perder culote. Além de ser divertido, permite a socialização com outras pessoas, fortalece, queima calorias e trabalha a coordenação motora.

Zumba, por exemplo, é uma ótima opção de exercício, já que – em média – uma aula pode queimar até mil calorias.

Step

 

grupo fazendo exercício de step
Lucky Business/Shutterstock

Os exercícios com step – que consistem em subir e descer o banco de diferentes maneiras – trabalham as musculaturas dos glúteos, das coxas e das panturrilhas, o que pode minimizar a aparência do culote e, em velocidade avançada, promover perda de gordura.

Para quem não via à academia, existe uma alternativa ao step, que são as escadas, as quais promovem benefícios semelhantes.

Caminhada e corrida

 

Homem em treino de corrida na academia.
Panumas Yanuthai/Shutterstock

Caminhada e corrida são ótimas alternativas para quem está em processo de adaptação aos treinamentos físicos.

É indicado começar caminhando na esteira por até 45 minutos. Durante o exercício, pode-se alternar a intensidade em rápida e lenta, o que causa oscilações na frequência cardíaca que aumentam a perda calórica.

Conforme a resistência aumenta, é possível partir para a corrida, em que a perda de gordura é mais eficiente.

Quatro apoios com elevação

 

Mulher fazendo exercício quatro apoios com elevação de perna.
iko/Shutterstock

Esse exercício trabalha os músculos posteriores da coxa e os glúteos, tonificando e enrijecendo a musculatura.

Basta apoiar os joelhos e os cotovelos no solo, alinhando ombros e quadris. Então, deve-se levantar uma das pernas na direção do teto, com o joelho flexionado, e retornar para o solo. A força para erguer a perna deve partir dos quadris e não da coluna para evitar lesões.

É necessário alinhar a quantidade de séries com um profissional de Educação Física.

Cadeira abdutora

 

Exercício com cadeira abdutora.
May_Chanikran/Shutterstock

Em conjunto com treinamentos aeróbicos, como é o caso da bicicleta, o aparelho abdutor trabalha a musculatura dos glúteos, o que ajuda na diminuição do culote.

O movimento deve ser feito na cadeira abdutora, comum em academias de musculação. Com a coluna reta e os pés nos apoios, as pernas devem ser abertas o máximo possível e, então, fechadas lentamente até a posição inicial, sem deixar as duas plataformas se tocarem para não perder a tensão.

Procedimentos estéticos para culote

Embora dieta e exercícios sejam grandes aliados na redução do culote, é possível potencializar os resultados por meio de procedimentos estéticos ou cirurgias plásticas, como lipoaspiração, intradermoterapia e drenagem linfática.

 

Fonte

Profissional de Educação Física Felipe Goulart, membro do Conselho Regional de Educação Física – CREF 141895-G/SP