5 dicas de exercícios ao ar livre para começar amanhã mesmo

Atualizado em 10 de abril de 2019

|

POR Taina Fantin

A falta de tempo e de dinheiro são justificativas muito usadas por quem ainda não começou uma rotina de exercícios. Só que, além das atividades do cotidiano que ajudam a colocar o corpo em forma, exercícios ao ar livre também podem entrar tranquilamente no dia a dia ou em momentos de lazer, sem precisar ser algo chato ou uma obrigação.

Bicicleta e caminhada são alguns exemplos de atividades que você pode fazer por conta própria. Saber aproveitar bem os espaços públicos, parques e ruas podem se tornar verdadeiros centros de ginástica ao ar livre.

Inclusive, a busca das pessoas por exercícios outdoor já foi observada como tendência em diversas cidades ao redor do mundo, que investem cada vez mais nestes espaços para combater o sedentarismo. A falta de atividade física é um dos grandes males do mundo moderno, responsável por facilitar e acelerar doenças graves.

Segundo a Pesquisa Nacional por Amostras de Domicílio (PNAD), do IBGE, quase dois terços dos brasileiros admitem que não praticam nenhuma atividade física. Apenas 37,9% dos cidadãos realizaram algum exercício regular no ano anterior.

O número é alarmante, mas só pode ser corrigido se a pessoa tiver o interesse de trocar alguns hábitos em seu dia a dia. Coisas simples, como caminhar até uma loja ou trocar o carro pela bike uma vez por semana, pelo menos, já proporcionam benefícios imediatos ao corpo humano.

5 exercícios ao ar livre para incluir na rotina

Pesquise, informe-se e busque orientações em sua cidade sobre a estrutura que ela oferece para a prática esportiva. Certamente você encontrará uma modalidade que pode ser praticada sem afetar sua rotina. Confira algumas opções:

1. Yoga

Você sabia que o ideal é que a yoga seja praticada em um ambiente aberto? A própria palavra, em sânscrito, significa “unir” e “integrar”. Por isso, fazê-la em contato com a natureza é muito melhor, e não em salas ou locais fechados.

O objetivo da yoga é buscar a harmonia entre corpo e mente por meio de técnicas de respiração, postura e meditação. Mais do que atividade física, a yoga é um estilo de vida que prega um melhor cuidado com sua própria constituição física e seus pensamentos.

Além de melhorar significativamente a respiração por meio de técnicas específicas, a pessoa trabalha a força, o equilíbrio e os músculos, melhora sua concentração e reduz o estresse com outras questões do seu dia a dia.

2. Ginástica

Se você é daqueles que precisa se exercitar e fazer ginástica, mas odeia “puxar ferro” em academias, uma boa alternativa é fazer essa atividade em contato com a natureza, seja em parques ou outros espaços públicos.

Ela consegue combinar muito bem tanto a parte aeróbica quanto o reforço muscular. Em uma única série, por exemplo, é possível trabalhar pernas, costas, peitoral, braços e abdômen. Em um curto período de tempo, a pessoa emagrece e fortalece seus músculos.

Além disso, a atividade não atrapalhará a sua rotina. É possível incluí-la em sua caminhada, por exemplo, ou até mesmo durante seu trajeto para o trabalho. Com 30 minutos a 1 hora por dia, a pessoa consegue fazer uma boa sequência de exercícios.

3. Corrida/Caminhada

Por falar em caminhada, essa atividade é clássica quando o assunto é exercício de rua. Caminhar, ou correr, tem outro efeito no corpo humano quando realizado no asfalto, terra ou grama ao invés das esteiras em ambientes fechados.

O principal benefício, claro, é o fortalecimento da atividade aeróbica: a pessoa consegue melhorar a sua respiração em pouco tempo. A caminhada e a corrida também fortalecem a musculatura da perna, queima calorias e causa uma sensação relaxante.

Além disso, essa atividade é uma das mais democráticas dentre todos os exercícios físicos. Você pode fazer em grupos ou sozinho, você mesmo monta seu circuito, escolhe a hora de começar e parar e precisa apenas de um tênis.

4. Bicicleta

É mais um exercício que proporciona excelentes efeitos ao corpo humano quando realizado ao ar livre. Não há como comparar andar de bicicleta na rua e em parques com a bicicleta ergométrica em academias ou em aulas de spinning.

É uma das principais atividades físicas feitas pelo homem desde a infância. Aprender a andar de bicicleta traz uma sensação libertadora para a criança – ao mesmo tempo que estimula seu corpo e músculos.

A bicicleta costuma ter o mesmo efeito das corridas, com fortalecimento da parte aeróbica. Além disso, ela costuma trabalhar bastante a musculatura da coxa e do abdômen e auxilia na redução do estresse por funcionar como meio de transporte.

5. Patins/Skate

Entretanto, se você quiser unir exercício com um pouco mais de adrenalina, a recomendação é começar a andar de skate e patins. As duas modalidades são feitas sobre rodas e precisam ser feitas em ambientes abertos.

Tanto skate quanto patins estimulam o senso de equilíbrio das pessoas, fortalecem grupos musculares como pernas, glúteos e abdômen, e também proporcionam uma sensação de bem-estar que reduz o estresse.

As duas atividades também são bem democráticas. Para começar, basta comprar um par de patins ou um skate. Elas também funcionam como meios de transporte, ou seja, você pode fazer um bom exercício enquanto se locomove até seu trabalho.

Saia já do sofá e da cadeira!

É possível sair do sedentarismo sem ter que recorrer a planos mirabolantes em academias. Com um pouco de dedicação, a pessoa consegue fazer exercício físico constante e regular em seu tempo livre ou até na ida e volta de seu trabalho.

Hoje, as cidades já oferecem estrutura que estimula o bem-estar e a saúde, como ciclovias, academia ao ar livre e parques urbanos. Basta levantar do sofá e começar a se mexer.