Benefícios do basquete: esporte ajuda o físico e a mente

19 de junho de 2018

|

POR Patrícia Beloni

Basquetebol é uma modalidade esportiva coletiva que nasceu em 1891, na Associação Cristã de Moços (ACM), em 1891, fundada pelo professor de Educação Física, James Naismith.

Ele foi criado no inverno, como uma alternativa, com o objetivo de ser uma modalidade que possibilitava ser praticada por muitas pessoas indoor, explica o personal trainer Florio Joaquim Silva Filho, graduado e mestre pela Universidade de São Paulo (USP).

O esporte apresenta diversos benefícios para a saúde, tanto fisicamente quanto psicologicamente. Vamos conhecer quais são os benefícios do basquete, como praticá-lo e os prós e contras da atividade.

Como jogar

O basquete pode ser jogado no 5×5 – time com 5 pessoas e também no 3×3 – time com 3 pessoas. Em algumas fases do jogo, ele é defesa, e em outras transição e ataque.

Cada jogo tem sua particularidade: na defesa é importante proteger para não tomar a cesta; no ataque a finalidade é atacar para fazer a cesta.

Na defesa, existem alguns fundamentos de movimentos mais específicos como o rebote, a roubada de bola, os deslocamentos, e o toco, que acontece quando um jogador impede o arremesso de um adversário ou desvia o curso de uma bola.

Já no ataque, os fundamentos são o passe, o arremesso e o drible, sendo este último o mais importante durante o ataque de um time, que acontece quando você tem a posse de bola e conduz até fazer a cesta.

Em relação à pontuação, são três tipos: lances livres valem um ponto; a maior parte dos pontos que acontecem são os dois pontos, dentro da chamada linha dos três pontos, que fica a 7 metros de distância do aro; e ainda os três pontos, que fica para fora da linha dos três pontos.

Benefícios do basquete

Como já foi dito, os benefícios do basquete são inúmeros, tanto para o corpo quanto para a mente.

“Por ser uma modalidade coletiva, tem um componente forte de cooperação, de trabalho em equipe, parte social muito forte”, aponta o profissional Florio Joaquim Silva Filho.

Ele envolve diversas capacidades do corpo como:

  • Força;
  • Velocidade;
  • Mudança de direção;
  • Flexibilidade;
  • Habilidades motoras, como a coordenação;
  • Tempo de reação;
  • Controle de bola;
  • Agilidade manual, para a execução dos movimentos;
  • Parte cardiorrespiratória.

Os benefícios desse esporte são muito parecidos independente da faixa etária, mas exerce grande influência na infância e na adolescência. Isso porque há mais oportunidade de praticar nessas idades, além de ser uma fase de formação do indivíduo, podendo ensinar muito.

O especialista explica que o basquete ajuda o indivíduo a ter disciplina, promove competição e superação do esforço, além dos benefícios fisiológicos:

  • Promove a saúde cardiovascular, porque aumenta a frequência cardíaca, deixando o coração forte, ajudando na circulação sanguínea;
  • Ajuda a queimar calorias, uma vez que mantém o corpo em movimento, gastando energia;
  • Melhora o desempenho acadêmico, porque ajuda na concentração, no pensamento rápido, na tomada de decisão;
  • Desenvolve a coordenação motora e cognitiva;
  • Melhora a consciência corporal e espacial;
  • Deixa o corpo mais forte, porque é um tipo de treinamento de força.

Riscos e cuidados

O basquete é uma modalidade que envolve muito tem contato, assim como outros esportes como o futebol. Por isso, os riscos que ela oferece são maiores, explica Florio.

As lesões mais comuns são as torsões de joelho, justamente porque envolve mais saltos e mudanças de direção, que são movimentos que favorecem o entorse.

“Entretanto, vale ressaltar que o basquete não é uma modalidade lesiva, mas se machucar é possível, assim como é em todas as práticas esportivas”, aponta.

Alguns cuidados são fundamentais em relação ao esporte. O profissional de Educação Física dá algumas dicas para que seja possível evitar problemas:

  • Usar tênis de cano alto, que possui um material diferente por causa dessas mudanças de direção, ajuda a evitar lesões;
  • Trabalhar a parte cardiorrespiratória do corpo por fora também ajuda, porque durante o basquete a frequência cardíaca se eleva muito, então é importante ter um coração saudável;
  • Protetor no tornozelo é opcional, varia de indivíduo para indivíduo, mas pode ser utilizado para evitar lesões na região;
  • Aquecer e alongar as articulações e o músculos também ajuda a evitar lesões e permite um melhor desempenho;
  • Manter o corpo sempre hidratado, antes durante e depois da partida.