Como tirar manchas do rosto: veja algumas dicas

07 de fevereiro de 2018

|

POR Patrícia Beloni

As manchas no rosto podem ser de diversos tipos e ter várias causas: longa exposição ao sol, alterações hormonais (uso de anticoncepcional oral ou gravidez, por exemplo), acnes e até doenças autoimunes, como vitiligo.

Conversamos com a dermatologista Lilian Delorenze, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), e preparamos um material para você conhecer os tipos de manchas mais comuns que aparecem na pele, bem como receitas caseiras e outros métodos infalíveis para tirar manchas do rosto. Confira!

Tipos de manchas mais comuns 

Manchas escuras

Também chamadas de melasmas, são os tipos mais comum de manchas na pele. Se manifestam como pequenas marcas marrons, que costumam aparecer principalmente depois de uma exposição contínua ao sol.

Elas também podem ser provocadas por um desequilíbrio hormonal e pelo uso constante de alguns medicamentos, o que varia de organismo para organismo.

Já quando essas manchas aparecem durante a gestação, elas são chamadas de cloasma.

A melhor forma de prevenir o aparecimento do melasma é com o uso diário do filtro solar e, ao primeiro sinal de manchas, procurar um dermatologista para que ele avalie as causas e o tratamento mais indicado para o caso.

Manchas senis

Esse tipo de manchas é caracterizado pelo surgimento de manchas escuras nas mãos, braços, rosto e pescoço normalmente após os 40 anos de idade — daí o nome.

A principal causa das manchas senis é o fotoenvelhecimento da pele causado pela exposição excessiva ao sol ao longo de muitos anos sem proteção. Por isso mesmo, elas costumam ser mais escuras em pessoas que ficaram mais tempo expostas a luz solar durante a vida.

Manchas vermelhas

As manchas vermelhas podem ser de dois tipos: rosácea ou dermatite.

A rosácea é caracterizada por uma vermelhidão na pele do rosto — principalmente na área da bochecha, nariz e testa. Geralmente, se manifesta em peles claras, com tendência à oleosidade e à sensibilidade. Essa vermelhidão pode aparecer no fim do dia, ao sair do banho, logo após tomar um drink ou comer algo apimentado.

Já a dermatite pode ser consequência do surgimento de uma alergia, que forma manchas que coçam e aparecem após o consumo de alimentos alergênicos (camarão e amendoim, por exemplo), ou após o uso de alguns produtos na pele, como cremes, perfumes e cosméticos.

Manchas esbranquiçadas

Conhecidas como micose de praia, as manchas esbranquiçadas surgem devido a uma infecção por fungo, que provoca o surgimento de pequenas marcas branquinhas na pele.

Manchas muito escuras/pretas

Esse tipo de mancha é o que requer mais cuidado, já que pode ser um câncer de pele. Fique atento a manchas ou sinais escuros que vão crescendo ao longo do tempo, apresentando várias cores, formas assimétricas ou bordas irregulares.

Receitas caseiras para tirar manchas do rosto funcionam?

Não. Segundo a dermatologista Lilian Delorenze, alguns métodos encontrados na internet e bastante populares não ajudam a tirar as manchas do rosto e, dependendo, podem até piorar a situação da pele.

Para remover as manchas, a especialista recomenda o uso de cosméticos e medicamentos dermatologicamente testados, mas sempre com indicação de um profissional, que saberá dizer qual o mais indicado para cada caso específico.

Veja abaixo as receitas caseiras mais famosas e descubra por que elas não ajudam a tirar as marquinhas.

Com limão

Remover manchas do rosto com limão encabeça a lista de receitas caseiras populares e que não resolvem o problema. O efeito, inclusive, pode ser justamente o contrário.

“O limão pode causar queimaduras ou piorar as manchas na pele se associado à exposição solar”, alerta Lilian Delorenze. Segundo ela, quando isso ocorre a condição recebe o nome de fitofotodermatose.

Com bicarbonato de sódio

O bicarbonato é outro falso amigo. Segundo a especialista, é preciso muita cautela antes de usá-lo para tirar manchas do rosto.

Por ser uma substância alcalina, ele pode acabar causando irritação na pele. “Eventualmente, a mancha tratada com bicarbonato de sódio pode evoluir para uma hiperpigmentação pós-inflamatória (ou mancha escura)”, afirma.

Com água oxigenada

Além do limão e do bicarbonato de sódio, a água oxigenada é outro método não aconselhado por dermatologistas. Mas, de acordo com a especialista, essa confusão é comum porque muitas pessoas associam água oxigenada com limpeza da pele, pois ela costuma ser aplicada em machucados.

No entanto, por ser muito irritante, ela pode acabar tendo o efeito contrário do que se espera. Não raro, o uso deste produto acaba clareando as manchas, mas não a eliminam.

Então, como remover as manchas da pele?

As manchas na pele não são um problema incurável na maioria das vezes. Muitos casos têm solução, mas para cada um existe uma solução diferente, como cremes clareadores, lasers, tratamento de luz intensa pulsada e micro-agulhamento.

Mas vale ressaltar que é sempre melhor prevenir do que remediar. Por isso, não esqueça de aplicar o filtro solar diariamente, não espremer cravos e espinhas e limpar, tonificar e hidratar a pele com regularidade.

Abaixo, conheça alguns procedimentos que podem ser usados para tirar manchas do rosto:

Procedimentos estéticos mais indicados

Peeling

O peeling é um procedimento químico que pode ser utilizado para diversos tratamentos, e não só para remover manchas do rosto.

Ele consiste na aplicação de um ácido que causa lesões controladas na pele. Essas lesões podem ajudar a rejuvenescer a pele e deixá-la mais suave, melhorando sua aparência.

Dependendo do grau da lesão causada, os peelings agem de formas diferentes. Podem ser mais superficiais, de média ou grande profundidade. Evidentemente, cada um deles tem a sua indicação de acordo com o distúrbio na pele do paciente e o objetivo desejado por ele.

  • Os peelings mais superficiais, por exemplo, são mais indicados para manchas como o melasma e manchas de acne.
  • Já os de média profundidade são indicados principalmente para ceratoses solares, que são as manchas causadas por longos períodos de exposição ao sol.
  • Por fim, os peelings profundos são os mais recomendados para rugas profundas e fotoenvelhecimento severo.

Todos os tipos deste procedimento estético fazem com que a pele descame na sua parte mais externa. Com isso, o corpo é forçado a produzir uma nova camada, que ajuda a eliminar manchas e cicatrizes.

Tratamento com laser ou luz intensa pulsada

Tanto o tratamento com laser quanto a luz intensa pulsada são métodos aplicados por fisioterapeutas que podem ajudar na remoção das manchas.

Ambos consistem na aplicação de luzes emitidas por aparelhos específicos que produzem calor e atuam sobre os melanócitos (células produtoras de melanina), uniformizando o tom da pele.

Micro-agulhamento

O micro-agulhamento, por sua vez, é um tratamento feito com agulhas finas que perfuram a pele e estimulam o colágeno e a formação de uma nova camada de pele.

É uma boa opção para quem tem manchas mais profundas e é também indicado para rejuvenescer a pele e remover as cicatrizes provocadas pela acne.