Benefícios da drenagem linfática para quem pratica esportes

Atualizado em 26 de junho de 2018

|

POR Redação

A maioria das mulheres associa os benefícios da drenagem linfática apenas às vantagens estéticas que a técnica pode proporcionar.

O que muitas não sabem, entretanto, é que esse tipo de drenagem pode fazer muito bem também para quem pratica esportes.

Os benefícios da drenagem linfática

Entre as vantagens mais conhecidas da drenagem linfática manual estão a melhora do aspecto da celulite e a redução de edemas, ou seja, do inchaço.

Contudo, além desses benefícios, a técnica pode ajudar, também, a ativar de forma eficiente o sistema linfático e a circulação, melhorando o fluxo sanguíneo muscular.

Ao impedir o acúmulo de líquidos, a drenagem linfática é indicada para aliviar, portanto, aquela sensação de pernas cansadas no pós-treino.

No período menstrual, então, a técnica é ainda mais benéfica, uma vez que as alterações hormonais e metabólicas favorecem uma maior retenção de líquidos pelo organismo da mulher.

Como é feita

A drenagem linfática consiste em fazer suaves compressões nos pontos onde estão os linfonodos – estruturas que funcionam como filtros contra agentes infecciosos -, como a virilha, axila, pescoço e abdômen, o que estimula a passagem da linfa pelo sistema circulatório.

A linfa é um líquido que circula no corpo limpando o sangue de impurezas e desempenhando o seu papel de imunidade junto aos anticorpos do sangue.

Atenção: os movimentos devem ser rítmicos, lentos e indolores. E o ideal é que sejam feitos por fisioterapeutas.

Fontes: Maurício Garcia, Coordenador do Setor de Fisioterapia do Instituto Cohen e Fisioterapeuta do Centro de Traumatologia do Esporte da Unifesp; e Juliana Spano Benvenuto, Esteticista e Cosmetóloga da Clínica Vivere Sanus