Tipos de pote: qual é melhor? Vidro, plástico ou metal?

28 de fevereiro de 2019

|

Engana-se quem acha que todos os potes para guardar alimentos são iguais. Alguns são ideais para marmitas, outros para geladeiras, micro-ondas, etc. Compreenda as vantagens e desvantagens de três tipos de materiais e qual escolher para cada situação.

Qual é o melhor tipo de pote?

Potes de vidro

A melhor opção quando se trata de versatilidade e saúde é o vidro. Ele possui aspecto inerte, não exerce nenhuma interferência no sabor de alimentos e bebidas, conserva o calor por mais tempo e ainda pode ser usado tanto para aquecer quanto para servir a comida.

Os potes de vidro são livres de compostos tóxicos presentes em alguns plásticos. Além disso, é o único material 100% reciclável, ou seja, com 1 kg de cacos é possível produzir a mesma pesagem em vidro novo, além de possuir um ciclo infinito de renovação.

Os pontos negativos são que os materiais de vidro são pesados e podem quebrar com facilidade.

Potes de inox

São duráveis, higiênicos e leves. Contudo, não podem ser levados ao micro-ondas e requerem cuidados na hora da lavagem. Além disso, possuem custo elevado em relação aos demais materiais.

Potes de plástico

São os mais leves, portanto ideais para transporte, além de práticos, baratos, flexíveis e fáceis de usar.

Porém, em comparação ao pote de vidro, apresentam maior risco de contaminação porque possuem uma série de compostos químicos, os quais são perigosos principalmente se levados ao micro-ondas (a substância tóxica aumenta e é liberada 55 vezes mais rápido que o normal).

Como escolher?

Bisfenol A

Tenha certeza que seu pote é indicado para aquecimento e livre de Bisfenol A ou BPA – o que geralmente é indicado no rótulo –, substância tóxica que pode causar baixa qualidade do esperma, infertilidade, incidência de câncer, endometriose e síndrome do ovário policístico.

Estudos também sugerem alteração dos hormônios da tireoide, alteração da liberação de insulina pelo pâncreas, aumento das células de gordura, inflamação e estresse oxidativo.

Número de reciclagem

Na hora da escolha, é necessário estar atento ao número de reciclagens que vem marcada no triângulo no fundo do recipiente plástico.

Se estiver marcado os números 1, 2, 4 ou 5 significa que o plástico não contém BPA, mas não está livre de outros produtos químicos. Se verificar o número 7, é melhor se desfazer desses potes, pois provavelmente contêm BPA.

Tintas

Evite comprar potes plásticos coloridos, visto que as tintas usadas podem liberar resíduos, contaminando os alimentos.

Vedação hermética

Em todos os potes, opte pelos que possuem vedação hermética. Sua tampa não só conserva o sabor dos alimentos, mas também evita oxidação por meio do ar.

 

REFERÊNCIAS

Esclarecimento sobre potes de plástico -Escrito por Karen Schlosser – nutricionista funcional /8 Març. 2017 Disponível em: karenschlosser.com.br/esclarecimento-sobre-potes-de-plasticos Acessado em :15 fev. 2019

Vantagens e desvantagens dos tipos de potes – Preçolandia /25 Jul. 2018 Disponível em: www.precolandia.com.br/blog/vantagens-e-desvantagens-dos-potes Acessado em 14 Fev.2019

Os textos, informações e opiniões publicadas nesse espaço são de total responsabilidade do autor. Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Ativo Saúde

Paula Stempniewsky

Paula Stempniewsky

Nutricionista formada pelo Centro Universitário São Camilo, em 2009, e pós-graduada em Nutrição Clínica pelo IMEN, sou especialista em emagrecimento e experiente em desportistas e em dietas vegetarianas e veganas. Sou também programadora neurolinguística pelo instituto Instituto Nacional de Desenvolvimento Pessoal (INDP) desde 2010, Coach formada pelo Nutritional Coaching em 2016 e atualmente faço formação em Ayerda e Culinária pela Clínica Dhanvantari. Realizo atendimentos que englobam um trabalho integrado com pilates, estética, yoga, danças, acupuntura e moda vegana.