O que é hiperêmese gravídica? Entenda doença de Tatá Weneck

29 de março de 2019

|

Recentemente, a atriz e apresentadora Tatá Werneck lançou na mídia um assunto diferente do qual costuma pautar:  anunciou sofrer de hiperêmese gravídica, mal que também teria acometido Kate Middleton, dentre outras celebridades.

Em primeiro lugar, é bom frisar que é normal e até esperado enjoar durante a gravidez. Via de regra os enjoos acontecem principalmente no primeiro trimestre, por conta do pico de HCG (hormônio produzido durante a gestação).

Obviamente, existem mulheres que nada sentem e, na outra ponta, pacientes que – por alguma doença, como gastrite, problemas na vesícula biliar ou mau funcionamento da tireoide, sofrem mais com a situação.

Cada ser é único e, por isso, os casos devem ser investigados um a um, sempre levando em conta o bem-estar e a saúde da mamãe e do bebê. De todo modo, há muitos recursos para passar por esta fase da melhor forma possível.

O que é Hiperêmese Gravídica?

As náuseas mais severas são chamadas de Hiperêmese Gravídica. A situação pode piorar gastrite e promover o aparecimento de úlceras no esôfago, por conta dos vômitos, e portanto requer atenção imediata.

Nestes casos, pode-se haver até a necessidade de internação para suplementação de vitamina e soro, por desidratação grave e outros elementos que podem prejudicar a saúde da gestante e do bebê.

Os casos costumam ter boa evolução passados três meses iniciais da gestação. Acompanhamento suplementar com vitaminas, acupuntura e terapias ajudam muito. Além disso, o pano de fundo emocional nunca deve ser desconsiderado.

Na dúvida, consulte o seu médico de confiança.

Os textos, informações e opiniões publicadas nesse espaço são de total responsabilidade do autor. Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Ativo Saúde

Patrícia Bretz

Patrícia Bretz

Dra. Patrícia Bretz é graduada em Medicina pela Universidade de Santo Amaro (2005) e tem especialização em Ginecologia e Obstetrícia pela mesma instituição (2006 - 2009). Ainda tem título de Especialista em Ginecologia e Obstetrícia (TEGO) número 0226/2010 e conta com aperfeiçoamento em Ginecologia Oncológica pelo Instituto Brasileiro de Controle do Câncer (2009 - 2011) e especialização em Endometriose e Cirurgia Minimamente Invasiva pelo Hospital Sírio Libanês. Por fim, é mestre em Bioética pela Universidade São Camilo (2010 –2012).