Como a fonoaudiologia pode auxiliar no bem-estar da terceira idade

10 de julho de 2018

|

A fonoaudiologia se ocupa com os problemas de comunicação e pode ajudar muito na terceira idade, importante fase da vida que merece todo um olhar carinhoso sobre suas questões. Estamos todos vivendo mais e por que não com qualidade de vida?

Alterações em idosos

Com o passar dos anos, os idosos perdem naturalmente a audição. E, como ele não ouve, acaba também não sendo ouvido, o que pode prejudicar a sua comunicação interna e toda a sua interação com o mundo.

O idoso também sofre com as alterações do tempo em relação à parte muscular, então ele fica com o que chama de presbifonia, que é uma alteração progressiva sobre o envelhecimento da voz. A voz vai ficando fraquinha. Como é que ele vai se comunicar?

Como ele não fala e não ouve direito, muitas vezes as pessoas acabam perdendo interesse por esta pessoa, acarretando em seu isolamento, o que não é nada bom para a autoestima, nem para as pessoas que a cercam, afinal, envelhecer deveria ser dividir sabedoria e histórias com os mais jovens.

Outro dado é que o idoso também passa a não engolir direito, o que é bastante grave. Disfagia é um transtorno da deglutição. Os idosos podem desenvolver esta dificuldade motora na face, nos lábios, na língua e nas bochechas.

Para piorar, alguns não têm dentes, o que dificulta a função da respiração, da mastigação e da fala, e que requer um olhar multidisciplinar sobre este paciente.

Fonoaudiologia na terceira idade

A boa notícia é que Fonouadiologia pode facilitar o processo de reeducação da comunicação, melhora a questão da mastigação, com várias manobras de pescoço, por muitas vezes manobras bastante simples, que auxiliem na descida do alimento.

E também propõe uma reeducação na postura de lábios, língua bochechas, com melhoras visíveis. Encaminhamentos para avaliação auditiva e possíveis adaptações de aparelhos auditivos também fazem parte do nosso trabalho.

Então, se você conhece algum idoso que não se comunica ou se engasga, ou mesmo que tussa depois de engolir o alimento ou logo depois que ele engole, percebe-se que a voz fica meio ‘molhada’, tem refluxo, ou que a prótese dentária fica caindo, o ideal é encaminhá-lo para uma consulta, afinal, todos merecemos viver com qualidade, em todas as fases da vida.

Os textos, informações e opiniões publicadas nesse espaço são de total responsabilidade do autor. Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Ativo Saúde

Beatriz Guntzel

Beatriz Guntzel

Graduada em Fonoaudiologia, Beatriz Guntzel é especializada em Distúrbios da Comunicação Humana e Voz, facilitadora Psych K e terapeuta BodyTalk. Também é formada em Constelação Sistêmico Familiar e instrutora de Mindfulness pela ‘Unifesp Mente Aberta’.