10 dicas para equilibrar comilanças de fim de ano para crianças

21 de dezembro de 2018

|

Quando o assunto são as festas de fim de ano, vêm à mente a palavra fartura. E não é para menos: muitas famílias costumam festejar Natal e Ano-Novo com muita comida e bebida. No entanto, se o exagero alimentar já faz mal a muitos adultos, imagine, então, para a saúde das crianças.

Saúde das crianças no fim de ano

Malefícios

Os exageros alimentares nesta época do ano podem gerar mal-estar estomacal, intoxicações alimentares e um rápido ganho de peso nos pequenos que, muitas vezes, é difícil de ser compensado nos meses seguintes, facilitando o surgimento do sobrepeso e até mesmo da obesidade.

Essas duas condições estão ligadas a alterações no metabolismo da criança que a predispõe a doenças como o diabetes, a hipertensão e o colesterol alto, todos eles fatores de risco importantes para a doença cardiovascular quando elas se tornarem adultas.

Para fugir desse risco, veja algumas recomendações simples e fáceis de serem adotadas no dia a dia das crianças nessa fase de comemorações, como a de oferecer lanchinhos saudáveis e coloridos, antes de elas irem para as festas. Isso porque com menos fome, a tendência é que se coma menos guloseimas e se dedique mais às brincadeiras com os amiguinhos e familiares.

10 dicas de alimentação de fim de ano para crianças

 

Criança comendo ao lado dos pais.

Rawpixel.com/Shutterstock

  • Evitar alimentos industrializados;
  • Alimentar a criança de três horas em três horas;
  • Dar lanchinhos saudáveis, como frutas e sucos naturais, no intervalo entre as refeições principais.
  • Antes de a criança ir para a festa, oferecer um lanchinho saudável, de maneira que ela não sinta tanta fome quando estiver na comemoração;
  • Nas confraternizações, estimular a criança a consumir alimentos assados, ao invés de fritos;
  • Estimular a ingestão de água ao longo do dia, para evitar a desidratação;
  • Manter a prática de atividades física regular, para as crianças que já têm esse hábito;
  • Para as que ainda são sedentárias, é um ótimo momento para iniciar alguma atividade física regular;
  • Incentivar brincadeiras que mexem com o corpo, como correr e andar de bicicleta, longe dos eletroeletrônicos (TV, computador, tablet e celular);
  • Fora dos dias de festividades, procurar colocar a criança cedo na cama, para um bom sono.

 

Os textos, informações e opiniões publicadas nesse espaço são de total responsabilidade do autor. Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Ativo Saúde

Vanessa Guimarães

Vanessa Guimarães

Médica Assistente da Unidade de Terapia Intensiva Cirúrgica Infantil, médica da Equipe de Transplante Cardíaco Pediátrico, coordenadora do 276 ECMO TEAM do Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (InCor - HCFMUSP), coordenadora da Pós-graduação em Pediatria da FACIS (Faculdade de Ciências da Saúde de São Paulo) - módulo Cardiologia, médica do corpo clínico do Hospital Sírio Libanês (HSL) e do Hospital do Coração (HCor). CRM 118641