Comida japonesa faz mal? 5 pontos para prestar atenção

31 de agosto de 2018

|

Essa é uma pergunta clássica no consultório: “Comida japonesa faz mal? Posso comer?”. Sim, pode! Porém, há algumas peculiaridade que precisamos levar em consideração para poder fazer boas escolhas em meio a tantas opções, muitas vezes tentadoras. Entenda:

Comida japonesa faz mal?

Os peixes são fonte de proteína, como também ômega-3. Algumas opções de rolls são acompanhadas de pepino, cenoura, abacate, manga, morangos e outros alimentos que ajudam no aporte de vitaminas e minerais. No entanto, algumas considerações são importantes:

Cuidado com o excesso de mercúrio nos peixes

Infelizmente, essa contaminação por metais pesados pode causar um verdadeiro pandemônio no nosso metabolismo, portanto evite comer muito atum.

Embora ele seja uma delícia, é o peixe mais contaminado por mercúrio, então não precisa bani-lo do cardápio, porém tenha moderação.

Escolha um bom restaurante

Isso também é bastante importante, afinal, vale lembrar que estamos falando de peixe cru, cujo cuidado incorreto pode levar a doenças! Então, conhecer a procedência do restaurante é extremamente importante.

Cuidado com o excesso de molho shoyu

Ele tem muito glutamato monossódico, que é um realçador de sabor nada legal para nossa saúde. Então, não precisa “beber shoyu” quando for no japa: moderação é a chave.

Faça boas escolhas

As frituras podem ser tentadoras, mas não são bem vidas! Fuja delas e peça outras opções, como rolls com abacate e sashimi, e tente evitar se entupir de arroz, pois ele é cheio de açúcar.

Entradas como edamame, missoshiro e robatas de legumes são sempre bem-vindas, já que, além do aporte nutricional, ajudam a minimizar a fome e diminuir a ingestão dos peixes e do arroz.

Cuidado com a frequência

Como comida japonesa faz mal somente em excesso, evite comê-la mais de uma vez por semana.

Os textos, informações e opiniões publicadas nesse espaço são de total responsabilidade do autor. Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Ativo Saúde

Fabi Sabatini

Fabi Sabatini

Sou Nutricionista Funcional e Coach de Nutrição Integrativa. Ajudo pessoas a terem uma vida saudável, através da metodologia que eu criei, o Ciclo de Vida Saudável, com 5 pilares; a Nutrição, a Organização, o Sono, a Atividade Física e o Auto Conhecimento. E hoje a minha maior paixão é compartilhar com as pessoas informações e praticas para um estilo de vida saudável.