Técnicas de atenção plena aliviam estresse, ansiedade e mais

08 de agosto de 2018

Por Beatriz Guntzel

Mindfulness pode ser traduzido como ‘atenção plena’ e é uma habilidade mental de estar focado apenas no que está acontecendo agora: no momento presente. A palavra deriva de Mindful, que significa estar atento e consciente.

Esta habilidade mental pode e deve ser treinada e desenvolvida a partir da alguns exercícios, nos quais se utiliza inclusive a meditação. Pode ser utilizada por crianças, jovens, adultos e idosos, já que não tem contraindicação alguma.

Assim como nosso corpo fica mais habilidoso quando praticamos uma determinada atividade física, o mesmo vale para nosso cérebro, que vai ganhando agilidade por meio das práticas que envolvem uma rotina.

Estado de atenção plena

A teoria diz que a pessoa que vive em estado Mindful tem um olhar de principiante, no bom sentindo, ou seja, um olhar curioso, com abertura e sem muitos julgamentos. Os exemplos são ótimos para ilustrar, então vamos a eles: você já viu um bebê brincando com um controle remoto de TV? Ele fica muito curioso com o simples dispositivo e acaba o colocando na boca, cheirando, tocando, abrindo o compartimento da pilha, etc. A criança simplesmente explora aquele objeto e se entrega àquela experiência de forma intensa e única.

O fato é que nós já nascemos com a habilidade Mindful, entretanto, com a vida estressante e o excesso de tarefas e cobranças, acabamos por perde-la e passamos a viver no chamado piloto automático.

O que é o piloto automático?

Bem, é uma tendência que todos nós temos e que nos deixa mais exaustos ainda e completamente sem energia! Vejam: a gente cozinha e pensa no que precisa fazer à tarde. Quando estamos dirigindo o carro, pensamos no que precisamos preparar no jantar, as compras e a lição de casa dos filhos, por exemplo. Finalmente, fechamos os olhos para dormir e simplesmente não conseguimos adormecer, pois estamos planejando detalhes do dia seguinte, no qual estaremos com muito sono.

Na verdade, nossa mente está sempre pensando no que ainda vai acontecer e no que já passou. É muito cansativo! Então, as técnicas de atenção plena promovem este olhar apenas no que está acontecendo no momento presente.

Benefícios da atenção plena

Durante o curso de Mindfulness, que tem duração de mais ou menos oito semanas, a pessoa aprende várias técnicas e é estimulada a explorar seus cinco sentidos com abertura, curiosidade e sem julgamentos.

Para quem a atenção plena é indicada? Acredito que para todos. Existem inúmeras pesquisas que comprovam a eficácia do Mindfulness para casos de ansiedade, depressão, insônia, estresse, dores crônicas e também para crianças com transtornos de déficit de atenção e hiperatividade.

Os textos, informações e opiniões publicadas nesse espaço são de total responsabilidade do autor. Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Ativo Saúde

Beatriz Guntzel

Beatriz Guntzel

Graduada em Fonoaudiologia, Beatriz Guntzel é especializada em Distúrbios da Comunicação Humana e Voz, facilitadora Psych K e terapeuta BodyTalk. Também é formada em Constelação Sistêmico Familiar e instrutora de Mindfulness pela ‘Unifesp Mente Aberta’.