Benefícios do cacau: vantagens nutricionais e 2 receitas

Atualizado em 11 de setembro de 2019

|

POR Gabriela Simionato

Fonte de energia e cheio de antioxidantes, o cacau tem propriedades poderosas e seu uso vai muito além do chocolate. Avaliados por nutricionistas, os benefícios do cacau comprovadamente ajudam tanto quem quer emagrecer quanto quem quer melhor o rendimento no treino.

Segundo Fúlvia Gomes Hazarabedian, nutricionista da rede de academias Bio Ritmo, o grão tem mais de 300 compostos saudáveis. “Alguns deles são: feniletilamina, teobromina e polifenóis, como flavonoides. O cacau contém também muitas vitaminas e minerais, como o potássio e o cobre, que ajudam a melhorar a saúde cardiovascular, e o ferro, que transporta oxigênio para o corpo. O cálcio e o magnésio também são encontrados nas sementes de cacau, que são necessários para que todos os principais órgãos funcionem corretamente”, analisa.

As grandes quantidades de flavonoides, inclusive, ajudam a neutralizar os efeitos dos radicais livres no organismo, protegem a pele do sol e também têm ação anti-inflamatória. Por isso, além de dar mais energia para o treino, ele também ajuda na recuperação pós-treino.

Mas não somente por suas propriedades nutricionais, o cacau estimula a produção de endorfina, o hormônio da felicidade, podendo ajudar a combater diversas doenças. Segundo a nutróloga Ana Valéria Ramirez, ele pode, inclusive, ajudar a estabilizar a pressão arterial.

“Se consumido adequadamente, o cacau aumenta a vitalidade, pois a endorfina tem uma influência positiva sobre a atividade mental humana. Ele também é bom pra quem sofre de hipertensão, pois possui polifenóis que ajudam a estabilizar a pressão arterial e procianidinas, que alivia o estresse, rejuvenesce a pele e aumenta sua elasticidade.”

Vale lembrar que os benefícios para o organismo são do cacau in natura, nas formas de amêndoas (nibs), cacau em pó 100% e chocolates com quantidades de cacau acima de 70% de pureza.

Muito além do chocolate

Para quem não quer fugir da dieta e precisa evitar doces, o cacau em pó pode ser utilizado em shakes, crepiocas e até mesmo para polvilhar frutas.

Uma barra de chocolate deve ter, no mínimo, 30% de cacau. Segundo os especialistas, chocolates com mais de 70% de cacau em sua composição são os mais indicados para consumo regular de quem está evitando o excesso de açúcar, e pode ser benéfico para a saúde.

“Quanto maior a quantidade do cacau, maior a concentração de substâncias antioxidantes, o que pode impactar positivamente na prevenção do envelhecimento e de doenças cardiovasculares”, avalia Celso Cukier, nutrólogo do Hospital São Luiz Morumbi.

Segundo Fernanda Maluhy, nutricionista do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, recomenda-se o consumo diário de 25 a 30 gramas de chocolate amargo, ou seja, com teor de cacau acima de 70%. “Se for consumido na forma de chocolate convencional, ao leite ou em produtos similares, ele pode acarretar em ganho de peso, aumento da glicemia e alteração de outros exames. Isso não pelo teor de cacau, mas sim pelas quantidades altas de açúcares, aditivos e gorduras hidrogenadas encontradas nesses tipos de produtos”, avalia Fernanda.

Outros benefícios do cacau

Uma pesquisa recente publicada no  British Journal of Nutrition mostra que o consumo diário de 450 mg de flavonoides do cacau são capazes de melhorar as funções cardíacas em pacientes com risco de desenvolver doenças cardiovasculares.

Outra pesquisa, da Columbia University Medical Center, mostrou os efeitos de altas e baixas doses de flavonoides do cacau (900 mg e 10 mg) em adultos com idades entre 50 e 69 anos, preparando uma bebida do cacau in natura para avaliar a diferença dos efeitos em cada um. Depois de três meses, aqueles que receberam as doses mais altas tiveram melhor desempenho em testes de memória e aprendizagem.

2 receitas com cacau

Receita de refresco de cacau

Rende duas porções e enche o corpo de energia para o dia

Ingredientes

  • 2 laranjas
  • 14 damascos secos hidratados em água durante 4 a 6 horas
  • ½ xícara de chá de sementes de cacau secas
  • 1 colher bem cheia de nibs de cacau
  • 2 colheres (sopa) de cacau em pó

Modo de preparo

Extraia o suco das laranjas e bata com 10 damascos. Bata os nibs de cacau, o cacau em pó e os quatro damascos restantes apenas para deixá-los em pedaços grandes. Adicione essa mistura por cima do suco de laranja e damasco e coloque um pouco de melado, mel, açúcar mascavo e raspas de laranja com lascas de casca laranja para decorar.

Receita de bolo funcional de cacau

Confira abaixo uma receita de bolo funcional de cacau

Ingredientes

  • 5 ovos, claras e gemas separadas;
  • 2 xícaras de chá de açúcar demerara ou de coco ou mascavo ou de adoçante natural;
  • 2 colheres de sopa de manteiga (preferir a clarificada) ou óleo de coco;
  • 1 xícara de leite de amêndoas ou leite de coco;
  • 1 xícara de farinha de arroz integral ou de trigo integral;
  • 1/2 xícara de chá de cacau em pó;
  • 1 colher de café de bicarbonato de sódio;
  • 1 colher de sopa de fermento em pó químico.

Modo de preparo

  1. Bata as claras em neve e reserve;
  2. Coloque as gemas, o açúcar e a manteiga na tigela da batedeira e bata até obter um creme aerado. Adicione o leite e misture;
  3. Peneire a farinha e o cacau e adicione à massa;
  4. Continue batendo até ficar lisa e cremosa;
  5. Adicione o fermento e o bicarbonato e misture delicadamente;
  6. Junte as claras bem devagar, fazendo movimentos de baixo para cima;
  7. Asse por aproximadamente 35 minutos no forno pré-aquecido a 200 graus.

Se sobrar leite de amêndoas pode fazer uma cobertura ou recheio, misturando o leite com chocolate meio amargo. Só derreter e misturar. Para ficar ainda mais cremoso e mais nutritivo, pode adicionar 3 colheres de sopa de biomassa de banana verde. Adicione goji berries e/ou frutas vermelhas para decorar.

 

Fontes: Alessandra Luglio, nutricionista da Clínica P4B Health; Dr. Gilberto Kocerginsky, médico ortomolecular do Linnus Institute (RJ); Hannah Medici, nutricionista funcional (SP) e Fernanda Maluhy, nutricionista do Hospital Alemão Oswaldo Cruz.