Quitosana: para que serve, como e quando usar?

28 de janeiro de 2019

|

POR Mariana Amorim

Quando o assunto é a manutenção do peso e da estética corporal, muitos artifícios podem ser usados. Um deles é a quitosana, suplemento capaz de auxiliar a eliminação de quilos extras na balança. Trata-se de uma substância natural derivada da casca dos crustáceos que é repleta de fibras e capaz de inibir a absorção de gordura pelo corpo.

Veja benefícios e cuidados na hora de incluir a quitosana na rotina alimentar.

O que é?

Conforme explica a nutricionista funcional Gabriela Cilla, da Clínica NutriCilla, a quitosana é extraída da quitina, um polissacarídeo encontrado no exoesqueleto de alguns insetos e crustáceos, tais como caranguejos, camarões e lagostas.

“A quitosana age como uma fibra no organismo que tem a capacidade de se conectar com a gordura no trato digestivo, evitando, portanto, que possa ser absorvida pelo corpo”, explica a especialista.

Como a quitosana é uma fibra não-digerível, é expelida diretamente pelas fezes, que, por sua vez, carregam as partículas de gordura para fora do corpo.

Devido a esse efeito, é importante ter cuidado com a quantidade de gordura ingerida, visto que excessos podem resultar em constipação exacerbada.

Para que serve?

Trânsito intestinal

A quitosana contribui para um trabalho intestinal mais qualitativo, aumentando o bolo fecal, proporcionando mais evacuações e estimulando as bactérias benéficas no intestino.

Cicatrização

Especialistas citam, ainda, coagulação sanguínea mais eficiente com o uso de quitosana e, por isso, cicatrização de feridas mais rapidamente.

Ação antimicrobiana

A quitosana melhora, ainda, a proliferação de alguns micro-organismo que podem prejudicar a saúde, como os causadores da cistite (infecção urinária).

Saciedade

Ainda por ser uma fibra, a quitosana faz com que o processamento digestivo seja mais lento e, assim, aumenta a sensação de saciedade após as refeições. Por este motivo pode ainda impactar o controle alimentar, favorecendo quem busca a perda de peso.

Quitosana emagrece mesmo?

 

Balança e fita métrica em destaque.

VGstockstudio/Shutterstock

Embora seja um suplemento com benefícios interessantes, não é possível afirmar categoricamente que a quitosana atua diretamente no emagrecimento, visto que o processo de perda de peso depende de diversos fatores, tais como estresse, hormônios, atividade física, alimentação, genética e assim por diante.

Todavia, como toda fibra alimentar com poderoso potencial de saciedade, a quitosana pode interferir de maneira indireta em quem deseja perder peso, já que reduz a fome e as porções de comida no prato.

Além disso, beneficia o trânsito intestinal e, portanto, promove maior liberação de toxinas e menos sensação de inchaço.

Deste modo, é preciso reforçar que a quitosana sozinha não tem poder de emagrecimento, mas pode ser muito útil em um contexto de fatores simultâneos, tais como alimentação equilibrada, boa ingestão de água e prática de exercícios físicos.

Como tomar?

A nutricionista explica que é recomendado ingerir as cápsulas de quitosana 30 minutos antes das refeições principais, como almoço e jantar. “Isto é, em torno de 1 a 3 gramas do componente”.

No entanto, a posologia personalizada para cada pessoa só pode ser determinada com segurança por um profissional da saúde qualificado, como nutricionista ou nutrólogo.

Efeitos colaterais

Por se tratar de uma fibra, a quitosana deve ser consumida somente por pessoas que tenham ingestão adequada de líquido diariamente, já que a não diluição da fibra pode virar um problema para o intestino e para o funcionamento do metabolismo como um todo, causando problemas como constipação, irritabilidade e ganho de peso.

Outra questão que deve ser levada em consideração é que a ação da quitosana visa reduzir drasticamente a absorção de gorduras pelo organismo, inclusive as consideradas gorduras boas – tais como as provindas do azeite de oliva, das castanhas e do abacate –, que são essenciais para o aumento do colesterol bom (HDL) e a manutenção do peso. Desta forma, é recomendado discutir com o profissional da saúde os prós e contras do uso do suplemento

Contraindicações

A quitosana é um polissacarídeo obtido a partir da quitina, parte do exoesqueleto dos crustáceos, por isso é de extrema importância que pessoas com histórico de alergia a qualquer tipo de crustáceo e demais frutos do mar não a consumam.

Preço

Algumas marcas de suplementos oferecem a quitosana em cápsula com preços que variam de R$30 a R$ 50, de acordo com a dosagem.

Alternativa à quitosana

Há outros compostos que agem de maneira similar à quitosana e não apresentam quitina. É o caso da Neopuntia, segundo explica Cláudia Coral, farmacêutica e especialista em ativos da Galena, a responsável por criar e distribuir o produto.

Trata-se de um ativo natural e composto por mais de 45% de fibras provenientes da folha do cacto Opuntia Ficus Indica. Ele auxilia na redução da absorção de gordura, por conta de suas propriedades lipofílicas.

 

Fontes

Nutricionista Gabriela Cilla, nutricionista funcional da Clínica NutriCilla. CRN 3/47281

Farmacêutica Cláudia Coral, especialista em ativos da Galena.