8 erros na dieta que te impedem de emagrecer

Atualizado em 21 de novembro de 2019

|

Emagrecer já não é uma tarefa fácil, ainda mais quando alguns erros na dieta deixam o processo mais complicado. Perder peso de forma saudável exige disciplina e abdicações, caso contrário os resultados podem tardar a acontecer.

A nutricionista, Patrícia Davidson, especialista em nutrição clínica, revelou quais ações sabotam a dieta e impedem a eliminação de quilos extras. Saiba mais:

Principais erros na dieta

Não ter uma meta

Planejar como será realizado o processo de emagrecimento, estipulando a quantidade de quilos a ser perdida e o prazo para isso ocorrer, influencia totalmente a concretização do objetivo. Afinal, para quem não sabe para onde seguir, qualquer caminho serve, e é nesse momento que são tomados vários caminhos errados.

Copiar o regime de outras pessoas

É comum o compartilhamento de receitas e dietas nas redes sociais, que muitas vezes são fonte de motivação para quem está tentando levar uma vida mais saudável. Não há mal algum em se inspirar com tais postagens, porém é contraindicado adotar o plano nutricional de outra pessoa, uma vez que os organismos são diferentes e precisam de regimes personalizados elaborados por um nutricionista.

Comer de três em três horas

Até pouco tempo atrás, muitos médicos indicavam a realização de várias pequenas refeições ao longo do dia. Porém, estudos recentes afirmam que esse é um conceito ultrapassado.

Não há necessidade em se nutrir de três e três horas. Aliás, para quem deseja perder peso, passar períodos mais longos sem se alimentar pode trazer benefícios à saúde. Um exemplo disso é o jejum intermitente, prática que melhora o nível de antioxidantes, a defesa imunológica, aumenta a massa magra e mobiliza a gordura corporal.

Comprar alimentos sem compreender suas funções

Algumas pessoas que tentam emagrecer acreditam que tudo o que é vendido em lojas de produtos naturais é saudável e contribui para a perda de peso, mas se esquecem que esses estabelecimentos possuem itens que visam atender todas as especificidades nutricionais. Isso quer dizer que também há alimentos calóricos, ricos em gordura e produtos industrializados misturados.

Por isso, se o seu objetivo é emagrecer e ter uma vida mais saudável, não cometa esse erro na dieta e preste atenção nos produtos que coloca em sua sacola de compras.

Não fazer planejamento nutricional

Quem come com regularidade na rua provavelmente fica refém dos restaurantes self service e quase sempre coloca um pouco de cada alimento no prato. No final, há uma refeição calórica e desbalanceada.

Por outro lado, quem leva a marmita de casa às vezes não sabe quais alimentos selecionar. Então, pega o que sobrou do dia anterior.

Ambas situações não são adequadas para o organismo, por isso é fundamental ir a um nutricionista para elaborar o planejamento nutricional com alimentos certos para as refeições diárias.

Uma dica para quem almoça na rua e quer romper com os erros na dieta é fazer as refeições com pessoas que comem de forma saudável e optar por restaurantes com opções nutritivas.

Ter o dia do lixo

Também conhecido como “dia do lixo”, exagerar na comida e na bebida em apenas algumas datas, como finais de semana e feriados, é um erro na dieta muito comum e que promove o distanciamento do emagrecimento planejado.

A atitude só atrasa o objetivo e gera trabalho dobrado para compensar o estrago.

Beliscar o prato alheio

O hábito de beliscar o prato de outras pessoas, seja ao alimentar uma criança ou em um churrasco, é um erro na dieta, pois cria a ilusão de que não haverá aumento de calorias no corpo.

Por isso, procure sentar-se em um lugar agradável, fazer um prato de acordo com o seu plano nutricional e comer com calma, mastigando bem os alimentos.

Comer sempre a mesma coisa

A monotonia alimentar é um dos grandes erros na dieta que ocorre com boa parte da população.

Comer todos os dias os mesmos alimentos têm impacto negativo na saúde, pois o organismo fica saturado de nutrientes e pode criar intolerância a determinados alimentos, como ovos, lácteos, castanhas, soja, fermento e outros.

Por isso, procure alternar com regularidade os alimentos que compõem a dieta, com frutas, legumes e verduras novas, além de um rodízio de proteínas.