Rabanete: por que você deveria incluí-lo em sua alimentação

11 de janeiro de 2019

|

POR Mariana Amorim

O rabanete não costuma estar tão presente na mesa dos brasileiros, já que seu sabor refrescante também costuma ser ardido e, por vezes, até amargo. No entanto, se as pessoas soubessem como esse alimento pode beneficiar a saúde, talvez fizessem um esforço para comê-lo com mais frequência.

De origem europeia, a hortaliça faz parte da família Brassicaceae, a mesma do nabo e da mostarda, cuja principal característica é ter boa quantidade de glicosinolatos, antioxidantes com potencial anticancerígeno.

Além deste bom motivo, há outros mais. Confira a seguir!

Lista de propriedades

Além dos antioxidantes poderosos citados anteriormente, o rabanete também é rico em diversas vitaminas e minerais. A cada 100 gramas há os principais nutrientes:

  • 1.6 g de fibra
  • 25 mg de cálcio
  • 10 mg de magnésio
  • 0.34 mg de ferro
  • 20 mg de fósforo
  • 233 mg de potássio
  • 39 mg de sódio
  • 0.28 mg de zinco
  • 14.8 mg de vitamina C
  • 25 µg de folato
  • 0.012 mg de tiamina
  • 0.039 mg de riboflavina
  • 0.254 mg de niacina
  • 0.071 mg de vitaminas do complexo B
  • 7 µg de vitamina A
  • 1.3 µg de vitamina K

Tipos

Há uma extensa variedade. Entre os mais populares no mundo estão: flamboyant, negro e japonês.

O flamboyant, também conhecido como rabanete francês, tem casca vermelha, formato alongado e pontas são brancas, assim como interior.

A casca e o miolo do rabanete japonês fazem dele uma hortaliça memorável. Isso porque tem um formato longo e inteiro branco, além de sabor picante.

Já o rabanete negro tem um formato bem maior, possui também casca grossa e de coloração marrom, tendo, no entanto, seu interior branco. Costuma ter sabor mais picante do que as outras variedades.

Benefícios

De acordo com a nutricionista Samanta Brito, da clínica Estima Nutrição, em São Paulo, o rabanete é bom para:

Funcionamento do intestino

A quantidade de fibras faz dele um ótimo alimento para quem deseja melhorar a atividade intestinal, isso porque sua ingestão, juntamente com uma boa hidratação, ajuda na absorção de nutrientes, na formação do bolo fecal, bem como na prevenção de constipação.

Saciedade

Alimentos ricos em fibras também são ótimos para prolongar a saciedade. Por isso, trata-se de um bom aliado para quem quer perder peso.

Melhora da imunidade

O poder de melhorar as defesas do organismo se dá por conta da vitamina C, capaz de aumentar a produção de glóbulos brancos, que fazem parte do sistema imunológico e, portanto, ajudar no combate a corpos estranhos no organismo.

Pressão arterial sob controle

O potássio pode dar uma força para manter a pressão arterial sob controle.

Antioxidantes

O rabanete contém ainda antocianinas, substâncias antioxidantes que combatem os radicais livres que prejudicam as células e, deste modo, podem contribuir positivamente para a saúde cardiovascular e a prevenção de câncer.

Emagrece?

A nutricionista Samanta explica que, assim como qualquer outro alimento, o rabanete não tem, por si só, poder de emagrecer ou engordar alguém.

No entanto, é seguro afirmar que ele pode, sim, auxiliar quem deseja perder peso, já que pode aumenta a sensação de saciedade e tem poucas calorias.

Faz mal?

O consumo de rabanete não apresenta qualquer malefício para a saúde do organismo.

Quem não deve comer?

A especialista explica que algumas pessoas podem apresentar alergia ao rabanete. Além disso, quem tem gastrite deve evitá-lo. Há ainda aqueles indivíduos com sensibilidade intestinal ao rabanete, já que ele pode causar excesso de gases.

Como fazer rabanete?

 

Rabanete fatiado.

Alejandro_Munoz/Shutterstock

Há algumas formas de preparar e servir o rabanete. A mais clássica é na salada e cru, o que pode conferir um aspecto refrescante, picante e crocante para a refeição.

Servir a hortaliça frita e empanada também é uma opção, bem como fazer conserva com ela.

Receitas com rabanete

Salada de Rabanete

Ingredientes

  • Folhas de alface a gosto
  • 3 rabanetes cortados em rodelas finas
  • 2 tomates maduros
  • Suco de 1 limão pequeno
  • Sal e temperos a gosto

Modo de preparo

No recipiente que for servir a salada, adicione as folhas de alface, as rodelas de rabanete e os tomates picados. Em seguida, tempere e consuma.

Conserva de rabanete

Ingredientes

  • 150 g de rabanetes cortados em fatias finas
  • 1 xícara de chá de vinagre (de maçã, limão ou vinho branco)
  • 1 xícara de chá de água
  • 1 colher de chá de sal
  • 1 folha de louro
  • 1 colher de chá de pimenta-do-reino em grãos
  • 1 colher de chá de tomilho seco

Modo de preparo

Após higienizar os rabanetes, procure cortar as rodelas finas com o auxílio de um mandolim. Em seguida, coloque a hortaliça em um pote de vidro hermético e esterilizado. Ferva a água com o vinagre, o sal, a pimenta, o louro e o tomilho. Acrescente o líquido ao recipiente até cobrir todos os rabanetes. Espere esfriar, tampe e guarde na geladeira. Estará pronto para consumo após 24 horas reservado e pode ser consumido puro ou em saladas.

Suco detox rabanete

Ingredientes

  • 1 folha de couve-manteiga
  • 1 maçã fuji
  • 200 ml de água de coco
  • ½ rabanete

Modo de preparo

Em um liquidificador, bata todos os ingredientes e sirva o suco detox em seguida.

 

Fontes

Nutricionista Samanta Brito, da clínica Estima Nutrição, em São Paulo – CRN/3 46158

United States Department of Agriculture. National Nutrient Database for Standard Reference Legacy Release. Disponível em: ndb.nal.usda.gov/ndb/foods/show/11429