Jabuticaba: benefícios e receitas da fruta poderosa para a saúde

29 de outubro de 2018

|

POR Manuela Sampaio

A jabuticabeira é uma árvore frutífera comum principalmente nas regiões Sudeste e Sul do País. Apesar de existir também em outras nações, por aqui ela é uma verdadeira paixão. Não é para menos: é fácil de encontrar, prática de comer e de sabor doce com leve acidez irresistível.

A jabuticaba ou jaboticaba – as duas grafias são corretas – está na nossa história há muito tempo. Tanto que seu nome tem origem indígena e significa “frutas em botão”, de acordo com estudo da Universidade Federal de Uberlândia. Ficou com vontade? Então veja a seguir tudo do que essa frutinha é capaz.

Lista de propriedades

De acordo com a Tabela Brasileira de Composição de Alimentos (TACO), a jabuticaba tem:

  • Fibras
  • Cálcio
  • Magnésio
  • Fósforo
  • Antocianina (pigmento que dá a cor roxa à casca)
  • Vitaminas do complexo B
  • Vitamina C
  • Potássio

Benefícios da jabuticaba

Regula o intestino

A jabuticaba é uma excelente fonte de fibras, presentes especialmente em sua casca, que entram na formação do bolo fecal e otimizam o trânsito intestinal.

É preciso acompanhar a ingestão de fibras com uma boa hidratação, ou seja, beber quantidades adequadas de água. Caso contrário, haverá o efeito reverso, prisão de ventre.

Dá saciedade

As fibras da jabuticaba também agem aumentando o tempo de esvaziamento gástrico, o que prolonga a sensação de saciedade e, deste modo, é ótimo para quem está em dietas de perda de peso.

Controla colesterol e glicemia

O poder das fibras da jabuticaba ajuda ainda a controlar a quantidade de glicose e colesterol que será absorvida no intestino.

Prevenção do câncer

O que dá a coloração roxa à jabuticaba é uma substância chamada antocianina, um polifenol que tem alto poder anti-inflamatório e antioxidante. “Inclusive, um estudo avaliou as propriedades da casca da jabuticaba e mostrou potencial redução de câncer de próstata e leucemia”, explica o nutrólogo Roberto Navarro, membro da Associação Brasileira de Nutrologia.

Menor risco cardiovascular

A ação anti-inflamatória e antioxidante da antocianina age ainda sobre os vasos sanguíneos, reduzindo o risco de alterações e depósito de gordura nessas estrutura, os quais podem causar infarto e AVC.

Dá vigor físico

As vitaminas do complexo B da jabuticaba são importantes na geração de energia, otimizando a glicose que entra na célula a gerar energia, e promovendo, portanto, vigor físico.

Engorda?

A cada 100 gramas de jabuticaba há cerca de 70 calorias, o que não a torna uma fruta calórica. O problema está apenas em comer quantidades muito grandes: se ingerir 500 g da fruta, serão 350 calorias, uma quantidade que contribui com o aumento do peso.

Faz mal?

Caso seja consumida em quantidades adequadas, não há nenhum malefício relacionado à fruta.

Quem não deve comer?

Há proibição de consumo somente para pessoas alérgicas à jabuticaba.

Pessoas com diabetes devem comer somente a quantidade recomendada por um profissional de saúde para que não haja excesso de frutose, o açúcar natural da fruta.

Como plantar?

 

Pé de jabuticaba.

filipefrazao/Istock

A jabuticabeira pode ser plantada em jardim e até em vaso.

Plantar a semente não costuma ser a melhor opção, já que demora de 10 a 15 anos para que ela dê frutos. Uma alternativa é a jabuticabeira enxertada, uma muda que frutifica em cerca de dois anos.

A jabuticabeira híbrida é uma das espécies mais usadas porque tem crescimento limitado (é de porte médio) e dá jabuticabas rapidamente.

De acordo com a Universidade Federal de Uberlândia, para plantar é preciso de uma cova de 60 cm de profundidade por 60 cm de diâmetro. Caso use um vaso, procure um com medidas próximas a essas também.

Ainda é necessário preparar o solo, adubando-o, ou montar o vaso com boa quantidade de terra aerada e adubada e um sistema de drenagem com argila. Feito isso, é só cobrir o torrão com a terra e adubar, regar e aparar os galhos periodicamente.

Como consumir?

Navarro orienta o consumo de 100 gramas – um copo médio ou de 10 a 15 unidades da fruta – por dia.

Quem come a fruta com a casca deve ingerir mais água para obter os benefícios intestinais.

Receitas com jabuticaba

A chef Malu Lobo, especialista em gastronomia funcional, indica quatro saborosas receitas com a fruta jabuticaba.

Pão de ló de jabuticaba

Ingredientes

  • 1 xícara de chá de farinha de aveia
  • 1 xícara de chá de açúcar demerara ou de coco (ou ½ xícara de chá de adoçante forno e fogão)
  • 5 ovos
  • ½ xícara de chá de suco de jabuticaba
  • Essência de baunilha ou raspas de limão a gosto

Modo de preparo

Bata os ovos com o açúcar e a essência (ou as raspas) até dobrarem de tamanho. Adicione o suco de jabuticaba e misture delicadamente. Acrescente a farinha peneirada aos poucos, mexendo devagar para não tirar o ar da massa.

Forre uma forma com papel manteiga, unte com um pouco de óleo de coco e coloque a massa. Asse em forno preaquecido a 180 graus por 30 minutos.

Geleia de jabuticaba funcional

Ingredientes

  • 500 g de jabuticaba lavadas
  • 1 xícara de chá de água
  • 300 g açúcar demerara (ou adoçante forno e fogão)
  • 1 colher de sopa de semente de chia (opcional)

Modo de preparo

Cozinhe as jabuticabas com a água em uma panela por 30 minutos ou até começar a desmanchar. Com uma peneira, retire as cascas e caroços. Volte para a panela, adicione o açúcar e cozinhe em fogo baixo por 20 minutos ou até virar uma calda grossa.

Despeje o conteúdo em um refratário, misture a semente de chia e deixe esfriar. Conserve em geladeira.

Dica: caso deseje usar as cascas, bata-as com o líquido no liquidificador e siga o processo normalmente.

Suco funcional de jabuticaba

Ingredientes

  • 200 ml água de coco natural
  • ½ xícara de chá de jabuticaba
  • ½ beterraba descascada
  • 1 pedaço pequeno de gengibre descascado
  • 1 colher de sopa de farinha de amora
  • Cubos de gelo

Modo de preparo

Bata os ingredientes no liquidificador até obter um líquido homogêneo. Beba sem coar.

Licor de jabuticaba

Ingredientes

  • 1 quilo de jabuticabas lavadas
  • 200 ml de cachaça
  • 700 g de açúcar
  • 1 litro de água fervente

Modo de preparo

Coloque as jabuticabas em um vidro de boca larga, adicione o açúcar, a cachaça e a água fervente. Aguarde até esfriar completamente, tampe e guarde em um local fresco e sem iluminação por 30 dias. Após o período, coe em filtro de papel ou voal e engarrafe.

 

Fontes

Nutrólogo Roberto Navarro, membro da Associação Brasileira de Nutrologia. CRM 78392/SP

Chef Malu Lobo, especialista em gastronomia funcional

Núcleo de Estudos e Pesquisas em Alimentação e Universidade Estadual de Campinas. Tabela Brasileira de Composição de Alimentos (TACO). Disponível em:
www.cfn.org.br/wp-content/uploads/2017/03/taco_4_edicao_ampliada_e_revisada.pdf

Núcleo de Estudo em Fruticultura do Cerrado. Cultura da jabuticabeira.