Café faz mal? Aumenta os batimentos cardíacos? Descubra!

22 de janeiro de 2017

|

POR Redação

Alvo de diversas pesquisas no mundo todo, o café quase sempre foi visto como o vilão, pois muitas vezes o seu consumo foi tido como fator de risco para a saúde do coração. Contudo, uma pesquisa recente da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, colocou em xeque a tese de que café faz mal.

Uma das teses dos pesquisadores era de que o consumo regular de cafeína poderia resultar num aumento da frequência cardíaca. Então, para descobrir se o café realmente é capaz de provocar este efeito no organismo, eles mediram o consumo de produtos cafeinados, como chocolate, café e chá, de 1.388 voluntários ao longo de 12 meses.

Café faz mal mesmo?

Após tanto tempo de análise, o resultado mostrou que o consumo de café não provocou alterações nos batimentos cardíacos. As informações e os dados obtidos a partir do estudo foram publicadas no Journal of the American Heart Association.

Segundo as recomendações clínicas atuais, pacientes com contrações prematuras do ventrículo, por exemplo, são aconselhados a evitar o consumo de cafeína para prevenir o desenvolvimento de distúrbios cardíacos.

Para os autores da pesquisa, no entanto, os resultados mostram que essa orientação deve ser reavaliada, uma vez que está sendo inibido desnecessariamente o consumo de produtos que podem, na verdade, fazer bem ao coração.

Cada vez mais estudos têm concluído que a cafeína não é tão má para a saúde quanto se pensava. Além deste que citamos aqui, outras pesquisas já comprovaram que o café pode trazer diversos benefícios, pois é rico em antioxidantes, que previnem doenças cardiovasculares, ajuda a evitar a diabetes e ainda atua no combate do cansaço e da depressão.

Além disso, também já se sabe que a cafeína é uma grande aliada dos atletas, uma vez que retarda a fadiga, diminui a percepção de esforço e ainda ajuda na perda de peso.

É preciso sempre lembrar, porém, que o consumo exagerado de café também pode trazer malefícios para a saúde — como tudo na vida. Distúrbios de sono, ansiedade, gastrite e outros problemas gastrointestinais são comuns em quem costuma beber muito café — principalmente em quem tem predisposição.

Por isso, beba café, mas com moderação! Ao contrário do que pode parecer, a quantidade excessiva da bebida não potencializa seus benefícios.