4 incríveis benefícios do amaranto para a saúde e a alimentação

14 de maio de 2018 ● POR Amanda Grecco

Protagonista em alguns dos cardápios mais saudáveis, o amaranto tem ganhado notoriedade por ser um dos grãos mais ricos em vitaminas e proteínas, além de ser livre de glúten e de fácil preparado. Na verdade, a forma como o amaranto vem se popularizando é apenas uma das mais de 70 espécies existentes.

No Brasil, é muito comum na culinária nortista o consumo de folhas de algumas das espécies de amaranto, conhecidas popularmente como caruru ou bredo. Já os grãos são cultivados há mais de 8 milênios por Maias, Incas e Astecas, sendo usado por alguns povos da culinária mexicana até hoje.

O grão que já fez até parte dos cultos dos povos citados é de fácil plantio e produção rápida. Apresenta uma série de benefícios que nos deixa a dúvida sobre o motivo de tanta demora para começarmos a consumi-lo.

4 principais benefícios do amaranto

1. Rico em cálcio

O amaranto é fonte de cálcio e supera até o leite de vaca. Enquanto 100 ml de leite apresentam 125 mg de cálcio, 100 g de amaranto dispõem de 159 mg. É um ótimo substituto para crianças e intolerantes à lactose, sem necessitar de suplementação nutricional.

2. Rico em ferro

Ele apresenta mais ferro do que o feijão carioca, além de uma ótima quantidade de fibras e ácido linoleico, atuando como alimento antiinflamatório, protetor cardiovascular e auxiliando no controle de glicemia e do colesterol. Dentre suas principais propriedades naturais, destaca-se a ação antioxidante, o combate de radicais livres, além de melhora da oxigenação do metabolismo e do sistema imunológico.

3. Fonte de esqualeno

Dentre os maiores benefícios do amaranto, a presença do composto orgânico chamado esqualeno é um dos principais destaques. Presente principalmente em fontes animais como no óleo de fígado de tubarão, ele é ótimo para controlar o colesterol, retardar o envelhecimento celular e manter a jovialidade da pele devido ao poder de nutrição celular.

4. Rico em proteínas

Dependendo de sua variedade (lembre-se, existem mais de 70), o amaranto pode ser composto por cerca de 15% de aminoácidos, sendo tão significativo como um ovo e mais do que arroz e centeio. Ele apresenta os oito aminoácidos essenciais, que são os que precisamos consumir para sintetizar a proteína e criar massa magra. Ou seja: ele é ótimo para quem está buscando uma dieta equilibrada, baixa em açúcares e gorduras e altamente nutritiva.

Contraindicações 

A ingestão de amaranto não é recomendada para diabéticos, pois apresenta uma grande taxa de carboidratos de alto índice glicêmico, aumentando as taxas de glicose no sangue a, consequentemente, agravando o quadro da síndrome metabólica.

Como consumir amaranto

Pode ser encontrado em pó, óleo, flocos, grãos ou folhas. Todas as opções são extremamente nutritivas, mas as opções em pó, flocos e grãos são as que apresentam maiores benefícios em biodisponibilidade nutricional.

Os grãos podem substituir o arroz quando cozidos ou demolhados. É possível germinar as semantes para potecializar seus nutrientes e, assim, comê-la até crua. As versões em pó e flocos permitem que o amaranto seja polvilhado na salada e até em caldos.

2 receitas com amaranto

1. Pipoca com amaranto

Como uma versão “mini” da pipoca tradicional, a pipoca de amaranto oferece todos os benefícios citados no texto, além de nos livrar do milho transgênico. Aprenda como fazer:

Ingredientes

  • 1 xícara de amaranto em grão;
  • 1 panela funda de fundo grosso.

Modo de preparo

Aqueça a panela e despeje metade da xícara de amaranto e tampe com um pano de prato limpo para evitar que voem os grãos da panela. Em poucos segundos, as sementinhas serão pequenas pipocas e estarão prontas para serem comidas.

2. Bolo de amaranto sem glúten e lactose

Ingredientes

  • 1 ovo;
  • 1/3 xícara de stévia;
  • 1/3 de xícara de óleo de coco;
  • 1 banana amassada (opcional);
  • 1 xícara de farinha de arroz;
  • 1 colher de sopa rasa de fermento em pó;
  • 1 xícara de flocos de amaranto;
  • 1/4 de xícara de leite de coco.

Modo de preparo

Bata o ovo com o stévia na batedeira e misture a banana e o óleo de coco. Quando estiver tudo bem misturado, adicione a farinha de arroz e misture  até incorporar o arroz na massa. Coloque os flocos de amaranto e o leite de coco. Misture bem e acrescente o fermento em pó. Coloque a mistura em uma forma untada no forno pré-aquecido por 10 minutos em temperatura média e asse por 40 minutos.