Benefícios da maçã ajudam a emagrecer e prevenir doenças

02 de fevereiro de 2018

|

POR Patrícia Beloni

Fruto da macieira, uma das árvores mais cultivadas no mundo, a maçã possui mais de 7 mil tipos diferentes e proporciona inúmeros benefícios para a saúde. Cerca de 25% de sua composição é puro ar e uma unidade possui somente 60 calorias.

Não à toa, é um dos alimentos preferidos e mais recomendados por nutricionistas para quem está tentando perder peso. Fora o fato de que a maçã é riquíssima em vitaminas, minerais e outras substâncias que fazem muito bem ao nosso organismo.

A nutricionista Paula Castilho, Sabor Integral Consultoria, destaca que uma das principais vantagens nutricionais da maçã é a sua grande quantidade de vitaminas do complexo B, vitaminas C e E, potássio, fósforo, ferro, fibras e antioxidantes.

Juntas, todas essas substâncias funcionam como um escudo contra uma série de doenças, entre elas o câncer. Lembra daquele velho ditado? “Comer uma maçã por dia deixa o médico longe”.

Os 4 tipos de maçã mais consumidos

Dos mais de 7 mil tipos de maçã que existem, pelo menos quatro são bastante consumidos aqui no Brasil. Apesar de apresentarem diferenças entre si, todas as maçãs possuem baixo número de calorias e dão um boom no sistema imunológico.

Veja abaixo quais são os quatro tipos de maçã mais consumidos pelos brasileiros e escolha o que preferir.

1. Maçã gala

A maçã gala presenta coloração avermelhada, e a polpa é macia e cheia de açúcares. Também é rica em quercetina — uma substância natural que possui propriedades anti-inflamatórias, anti-carcinogênica (ou seja, previne o desenvolvimento de câncer) e antiviral.

Tem cerca de 63 calorias e tem a desvantagem de ser menos resistente ao armazenamento, então é bom consumi-la rapidamente antes que estrague.

2. Maçã red ou argentina

“Red” em inglês significa “vermelho”, e este tipo de maçã recebeu esse nome justamente por causa de coloração avermelhada e brilhante.

Ela apresenta um sabor mais doce e é de fácil digestão. Desvantagens: tem a polpa menos suculenta que as demais maçãs e uma textura farinhenta, além de ter um pouco mais de calorias que outras variedades — 65 kcal.

3. Maçã verde

Tem coloração verde, polpa crocante e suculenta. É rica em clorofila e é a mais indicada para acompanhar pratos salgados. Também possui por volta de 65 kcal, mas não apresenta desvantagens em relação às outras.

4. Maçã fuji

Possui coloração avermelhada sobre o fundo verde. Tem a polpa mais crocante e suculenta e é mais indicada para pratos doces. É uma das que menos possuem calorias (56 kcal) e também não possui desvantagens nem contraindicações para consumo.

Benefícios da maçã

Apesar de cada tipo de maçã apresentar suas próprias características, todas elas compartilham entre si uma série de propriedades benéficas.

Listamos abaixo as duas principais características nutricionais da maçã e, em seguida, todos os benefícios que elas trazem para quem come a fruta:

1. Maçã é rica em fibras

As fibras são alguns dos nutrientes mais importantes da maçã. Elas ajudam a:

  • Emagrecer, porque dão uma sensação maior de saciedade, o que ajuda a reduzir a vontade de comer doces e chocolates. A casca, por exemplo, possui fibras insolúveis que não são digeridas e, por isso, ficam no estômago por mais tempo;
  • Reduzir o colesterol, pois impede a sua absorção pelo organismo, e a de outras gorduras também;
  • Prevenir doenças cardiovasculares e AVC, porque diminuem os riscos de endurecimento das artérias;
  • Prevenir prisão de ventre e problemas intestinais, porque dificultam a absorção da glicose e das gorduras ruins, além de ajudar a nivelar a quantidade de água presente nas fezes;
  • Controla a diabetes, pois ajuda a manter os níveis de glicemia adequados ao corpo. Para quem sofre da doença, recomenda-se o consumo de duas maçãs pequenas por dia.

2. Maçã é rica em antioxidantes

A maçã também é uma fonte muito rica e importante de fitonutrientes, incluindo flavonoides e fenóis, que são antioxidantes ótimos para:

  • Prevenir doenças cerebrais, porque essas substâncias varrem os radicais livres e, assim, impedem que eles danifiquem células sadias do organismo;
  • Prevenir câncer, também porque possui uma ótima quantidade dos chamados compostos fenólicos, que protegem o corpo contra o surgimento de tumores. Para se ter uma ideia, o consumo de apenas uma maçã pode ajudar a reduzir em 35% o risco de câncer intestinal, câncer de cólon, de próstata e de mama.
  • Prevenir o envelhecimento precoce, pois a ação antioxidante também é adstringente e anti-inflamatória, evitando e retardando o envelhecimento celular;
  • Prevenir problemas respiratórios, pois melhoram a capacidade respiratória e ainda protegem os pulmões. Uma pesquisa feita pela Universidade de Nottingham, na Inglaterra, mostrou que as pessoas que comem cinco maçãs ou mais por semana têm menos problemas respiratórios, incluindo asma;
  • Auxiliar a garganta e as cordas vocais, em razão de suas propriedade adstringentes.

Qual a melhor forma de consumir maçã?

Por serem produzidas e vendidas em larga escala, maçãs podem conter altos níveis de agrotóxicos e conservantes que acabam diminuindo a potência de seus benefícios para a saúde.

Por isso, o ideal é consumir maçãs mais naturais, orgânicas, de fazendas, ou até mesmo plantá-las no próprio quintal de casa, se possível.

Maçãs mais doces, como as Golden Delicious, Pink Lady, Elf Star Império e Ginger Gold, não são muito indicadas. Isso porque elas possuem altas taxas de frutose e podem prejudicar quem tem problemas relacionados ao consumo de açúcar.

Na hora de comprar, é importante prestar atenção na cor, no peso e na aparência da casca. Maçãs com cor mais acentuadas, firmes e com boas condições de casca, sem “machucados”, tendem a ser mais saudáveis.

2 receitas que levam maçã

1. Torta de maçã integral

Ingredientes

  • 4 maçãs médias descascadas;
  • 2 bananas pequenas;
  • 2 xícaras de aveia;
  • 3 ovos;
  • 3 colheres de açúcar mascavo;
  • 2 colheres de chia;
  • 1 colher de fermento em pó;
  • 1 colher de chá de canela.

Modo de preparo

Bata no liquidificador as bananas, os ovos e as maçãs. Coloque a mistura em outro recipiente, acrescentando a aveia, a chia, o fermento e a canela, e em seguida misture bem.

Unte uma forma antiaderente e despeje a massa. Se preferir, decore com fatias de maçã. Leve ao forno já pré-aquecido e deixe por aproximadamente 30 minutos (ou até dourar por cima).

2. Frango ao molho de maçã

Ingredientes

  • 1 kg de filé de frango sem pele;
  • Suco de 3 laranjas;
  • 1 colher de sopa de mostarda;
  • 1 dente de alho;
  • 1 cebola.
Para o molho de maçã:  
  • 1 maçã verde;
  • 1 colher de sopa de mostarda;
  • 1 cebola média;
  • 1 e ½ copo de leite desnatado;
  • 1 colher de sopa de amido de milho;
  • 1 gema de ovo; 1 copo de requeijão light;
  • 1 pote de iogurte natural desnatado (consistência firme).

Modo de preparo  

Frango: 

Em uma refratária, coloque o filé de frango (fatiado), tempere a gosto e coloque o suco das laranjas junto com a mostarda.

Deixe descansar por 2 horas e depois passe os bifes de frango (aos poucos). Coloque em uma panela grande.

Molho:

Tires os bifes da panela. Coloque a cebola picada e deixe dourar. Acrescente a maçã verde ralada e deixe dourar mais um pouco.

Acrescente, então, a mostarda e dissolva o amido de milho e a gema de ovo ao leite. Coloque a panela em fogo baixo e mexa sem parar.

Em seguida, acrescente o requeijão e coloque os bifes de filé de frango ao molho. Por último, coloque o iogurte e desligue.