Benefícios da couve e 3 receitas para você experimentar

07 de fevereiro de 2018 ● POR Patrícia Beloni

Os benefícios da couve, também chamada de couve-manteiga, são inúmeros. Bastante popular entre os brasileiros, o vegetal apresenta baixíssimo teor calórico e é muito rica em ômega-3, fibras, antioxidantes e nas vitaminas A, B (ácido fólico), C, E e K. Em sua composição, também são encontrados minerais como o cálcio, ferro, fósforo, magnésio, potássio, selênio e zinco.

Segundo a nutricionista Adriana Lima, da Clínica Fares, essas vantagens nutricionais juntas ajudam a melhorar as funções do nosso organismo e a prevenir uma série de doenças. Não à toa, a couve foi usada por egípcios e gregos antigos como medicamento para problemas estomacais e indisposição física.

Lista de benefícios da couve

  • As fibras presentes na couve melhoram o trânsito intestinal, ajudando a evitar a prisão de ventre;
  • A quantidade considerável de fibras também promove uma sensação maior de saciedade, o que é essencial para quem deseja emagrecer. De quebra, a couve ainda contribui para a queima de gorduras e até ajuda a evitar o acúmulo de lipídeos no corpo;
  • Possui ação anti-inflamatória, antibiótica e é um anti-irritante natural. Por tudo isso, a couve é um poderoso aliado contra gastrite e úlceras;
  • Por ser rica em antioxidantes, a couve também combate a ação dos radicais livres no organismo, ajudando a prevenir o envelhecimento precoce da pele e até o desenvolvimento de tumores;
  • Esses mesmos antioxidantes também ajudam a reduzir o inchaço e diminuir a probabilidade de surgirem acnes;
  • A couve também provoca um efeito detox no organismo, atuando principalmente na prevenção do câncer;
  • Por ser rica em glicosinolatos, que são fitoquímicos naturais, o vegetal possui uma ação desintoxicante que ajuda a fortalecer o nosso sistema imunológico;
  • É super recomendada para quem está de ressaca, principalmente por causa de sua ação desintoxicante;
  • A couve é mais rica em cálcio do que o leite, o que por si só já é uma enorme vantagem para a saúde dos ossos e dos dentes;
  • O magnésio, fósforo e selênio auxiliam no bom funcionamento do sistema nervoso, na regulação da pressão arterial e no controle da contração dos músculos;
  • Com mais ferro do que muitas carnes, a couve também ajuda na melhor circulação do sangue, no processo de renovação celular e no transporte de oxigênio pela corrente sanguínea;
  • As vitaminas presentes no vegetal ajudam a evitar a anemia e favorecem o bom humor;
  • Na gravidez, a hortaliça também ajuda a garantir o bom desenvolvimento do feto;
  • Por fim, a grande quantidade de vitamina C também é uma excelente aliada na prevenção de gripes e resfriados.

Como consumir a couve

A couve pode ser incluída na dieta de várias maneiras: crua, cozida, em sucos ou como ingredientes de receitas de omeletes e tortas.

Os sucos são poderosos tônicos que atuam como vermífugos e que podem ser utilizados antes ou depois da prática de atividades físicas. Podem ajudar também contra a bronquite, a tosse crônica e a asma, mas desde que sejam combinados com os ingredientes corretos.

As folhas podem ajudar no tratamento de bolhas. Já a pasta pode ser útil para eliminar o desconforto de regiões inflamadas e aliviar seios doloridos de mulheres que estão amamentando, por exemplo.

Segundo a especialista, a couve deve ser consumida fresca e crua, de preferência, já que alguns de seus nutrientes são sensíveis a altas temperaturas. Da mesma forma, é melhor comê-la fresca do que depois de congelá-la.

Alguns cuidados

Apesar de todas as vantagens nutricionais da couve, é importante lembrar que o consumo exagero do vegetal pode causar flatulência — os famosos gases.

Por isso, a recomendação é de que seja consumida apenas 100 gramas de couve por dia, o que dá um total de cerca de 25 kcal (sem adicionar nenhum condimento). Refogada, com cebola e óleo, por exemplo, ela pode chegar a 90 kcal, então fique atento.

Outro ponto importante a que você deve prestar atenção: quando as folhas estiverem ficando amareladas, a couve já está ficando imprópria para consumo. Então, nestes casos, é melhor evitar.

3 receitas com couve

1. Suco de couve com limão

Ingredientes

  • 1 folha de couve;
  • 100 ml de suco de limão;
  • Cubos de gelo de água de coco;
  • Folhas de hortelã a gosto.

Modo de preparo

Bata a folha de couve junto com os 100 ml de suco de limão no liquidificador. Adicione os cubos de gelo de água de coco e as folhas de hortelã e bata novamente. Depois é só servir.

O suco de couve com limão, além de ser refrescante, é um eficiente repositor hídrico e pode ser ingerido após a prática de atividades físicas.

2. Couve com leite

Ingredientes

  • 2 xícaras de couve picada;
  • 1 banana;
  • 150 ml de leite de soja;
  • 1 colher de sopa de semente de chia;
  • 30 g de whey protein.

Modo de preparo

Bata a couve com o leite de soja e com o whey no liquidificador. Adicione a banana e a semente de chia e bata novamente. Depois é só servir.

A vitamina é uma alternativa nutritiva, muito bem-vinda antes da prática de qualquer atividade física.

3. Couve refogada

Ingredientes

  • Couve;
  • Óleo de coco;
  • Cebola.

Modo de preparo

Corte a couve bem fininha. Coloque a cebola em uma panela junto com um pouco de óleo coco. Atenção: esse processo deve ser bem rápido.

Depois de dourar a cebola no óleo de coco, jogue um punhado de couve, mexa e deixe refogar só um pouco e já desligue o fogo logo em seguida.