Alcaparra: o que é, benefícios e receitas com a especiaria

Atualizado em 13 de junho de 2019

|

Com sabor e aromas inconfundíveis, a alcaparra se assemelha ligeiramente a uma azeitona convencional e, assim como ela, tem origem no Mediterrâneo e é utilizada em diversas culinárias ao redor do mundo. Parte da família das Caparidáceas, seu arbusto tem o nome científico Capparis spinosa e cresce muito bem em regiões quentes e com clima árido.

Confira, a seguir, mais motivos para adicionar alcaparras a receitas culinárias e os benefícios delas para a saúde.

O que é alcaparra?

Alcaparras usadas no preparo culinário são, na realidade, botões de flores do arbusto Capparis spinosa imaturos e em conserva. Trata-se de uma especiaria que, além de aderir mais sabor ao prato, leva nutrientes ao organismo, caso das propriedades anti-inflamatórias, das antibacterianas e até mesmo das anticancerígenas.

Lista de propriedades

Segundo informações do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos, em 100 gramas de alcaparras há:

  • 23 calorias
  • 2,36 gramas de proteína
  • 4,90 de carboidrato
  • 3,2 gramas de fibras alimentares

A alcaparra ainda é rica em cálcio, magnésio, potássio, ácido fólico, vitamina A e vitamina K.

Tipos

Existe apenas um tipo de alcaparra, a diferença que se pode encontrar, no entanto, é o tipo de conserva.

É possível preservar a alcaparra em salmoura ou numa mistura com vinagre. Outra opção é a cura com sal, um mix de sal comum com nitrito de sódio.

Há a possibilidade de consumir a alcaparra in natura, o que pode ser difícil de encontrar. Nesse caso, tem sabor mais suave e é ideal para quem quer pegar leve no consumo de sódio e deseja apenas ter a planta como um complemento na saúde.

Também faz parte do mesmo arbusto da alcaparra a caper berrie, que nada mais é do que o fruto não amadurecido da planta. Trata-se de um condimento muito utilizado no preparo de bebidas alcoólicas e no enfeite de drinks.

Benefícios da alcaparra

Manutenção do intestino

As fibras presentes na alcaparra podem dar uma força a mais para o sistema digestivo funcionar de maneira adequada, já que seu consumo regular reequilibra as bactérias boas da flora intestinal e alivia a sensação de inchaço na barriga.

Além disso, as fibras também promovem mais saciedade e retardam a fome por mais tempo.

Pressão de alta

A rutina presente na alcaparra é uma substância interessante para o controle de pressão alta pelo poder de melhorar a circulação sanguínea. Porém, esse benefício vale somente para o consumo natural desse ingrediente, já que a conserva faz com que as alcaparras tenham muito sódio em sua composição.

Saúde dos ossos

Por serem alimentos ricos em cálcio, as alcaparras podem ajudar na formação e na manutenção dos ossos e dentes. Trata-se de um mineral capaz de prevenir doenças graves dos ossos, caso da osteoporose.

Antioxidantes e mais

“Além dos poderosos antioxidantes presentes na alcaparra, sua composição também tem propriedades antibacterianas e anti-inflamatórias, sendo um bom alimento para quem sofre com dores em geral”, conta a nutricionista.

Alcaparra engorda?

Assim como qualquer alimento, a alcaparra não tem capacidade de engordar ou emagrecer por si própria. No entanto, o alimento apresenta poucas calorias e carboidratos e, por isso, pode ser adicionado ao cardápio de quem busca a perda de peso.

Possíveis malefícios

A alcaparra só apresenta malefícios ao organismo se for consumida em excesso, por causa de seu alto teor de sódio.

Quem não deve comer?

Se a alcaparra for em conserva, com concentração maior de sódio, pessoas hipertensas ou cardíacas devem evitar seu consumo de forma exacerbada. No entanto, se for algo esporádico, em baixa quantidade e no preparo de pratos, não há sérios problemas para a saúde.

Como usar?

A alcaparra é ideal para acompanhar peixes ou carnes com sabor mais suave, mas também pode ser usada no preparo de vinagretes, saladas e molhos.

É contraindicado adicioná-las no início do cozimento, já que seus sabores e propriedades podem ser perdidos ao longo da cocção, portanto vale usá-las por último.

Receitas com alcaparra

Molho de alcaparras

Ingredientes

  • 50 g de alcaparras picadas
  • Suco de ½ limão ou 1 colher de sobremesa de vinagre
  • 3 colheres de sopa de azeite de olive
  • 1 dente de alho
  • Sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo

Adicione em um recipiente as alcaparras picadas, o suco do limão, o azeite e o alho amassado. Em seguida, tempere a mistura com sal e pimenta-do-reino a gosto. Vale tomar cuidado com a adição de sal, pois a alcaparra já é salgada.

Salmão com alcaparras e crosta de castanha-de-caju

Ingredientes

  • Posta de salmão de 500 g
  • Suco de 1 limão
  • 3 colheres de sopa de castanha-de-caju trituradas
  • 3 colheres de sopa de alcaparras
  • Azeite de oliva extra virgem
  • Sal e pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo

Deixe o salmão descansar por cinco minutos com limão e sal. Para preparar a crosta, adicione em um processador ou liquidificador as castanhas-de-caju trituradas, as alcaparras, 2 colheres de sopa de azeite e os temperos, bata até virar uma pasta.

Para grelhar o peixe, unte uma frigideira antiaderente com o azeite e leve a frigideira quente com a pele para baixo. Por cima do salmão coloque delicadamente a mistura feita anteriormente e deixe cozinhar por alguns minutos. Quando o peixe estiver mais cozido, vire a crosta para baixo, com o cuidado de não desmanchá-la. Deixe cozinhar por mais cinco minutos em fogo médio ou até dourar. Apenas finalize o cozimento quando notar que o peixe não está mais cru. Sirva em seguida.

Macarrão com alcaparras

Ingredientes

  • 500 g de spaghetti
  • Azeite extra virgem
  • 1 cebola pequena picada
  • 4 dentes de alho
  • 2 colheres de sopa de alcaparra
  • Suco de 1 limão
  • Sal, salsa e pimenta-do-reino a gosto

Modo de preparo

Prepare o spaghetti al dente. Em uma panela, em fogo médio para baixo, aqueça o azeite, doure a cebola e o alho. Em seguida, acrescente as alcaparras, o suco de limão, o sal e a pimenta. Acrescente o macarrão, adicione mais azeite e acerte os temperos a gosto. Salpique a salsa e sirva em seguida.

Fontes

Departamento de Agricultura dos Estados Unidos

Nutricionista Débora Palos, da Clínica Dra. Maria Fernanda Barca. CRN-3 28210