Ginástica laboral: para se exercitar enquanto trabalha

03 de agosto de 2017

|

POR Redação

Se você já sentiu aquela dorzinha nas costas enquanto trabalha, certamente já deve ter se perguntado se um alongamento antes de iniciar sua jornada não teria diminuído essa tensão. Com a finalidade principal de melhorar a saúde do colaborador e evitar lesões por movimentos repetitivos, a ginástica laboral é uma atividade realizada no ambiente de trabalho e tem sido cada vez mais praticada.

Ela costuma acontecer de duas a três vezes por semana, com exercícios que têm duração média de 7 a 15 minutos, e pode trazer diversos benefícios para o funcionário e até mesmo para a empresa.

“É uma atividade física orientada e, previamente, planejada conforme o público e o tipo de ambiente. A ginástica laboral utiliza exercícios respiratórios, de força, flexibilidade isométricos, isotônicos, alongamentos, além de dinâmicas de integração, recreação e até massagem”, conta Narjara Neves, professora da academia Cia. Athletica (SP).

Os exercícios são compostos por alongamentos de diversas partes do corpo, como tronco, cabeça, membros superiores e inferiores. Os tipos são diferentes para cada função exercida pelo trabalhador. “É uma atividade de baixa intensidade e ocorre em um curto período de tempo, assim, não cansa e nem sobrecarrega ninguém”, explica a professora.

Benefícios da ginástica laboral

Há vários estudos que mostram os benefícios da ginástica laboral, “dentre eles destacam-se o alívio das dores corporais, a diminuição dos casos de LER/DORT (L.E.R- Lesão por Esforço Repetitivo e D.O.R.T- Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho), além do alívio do estresse, melhora da postura, da saúde e, consequentemente, da produtividade”, completa a instrutora. Veja alguns exercícios simples para serem feitos no local de trabalho:

Alongamento da panturrilha

Apoie as mãos na cadeira e incline o corpo para frente e mova o quadril também para a frente, fazendo a perna de trás esticar-se mais. Sinta o alongamento na panturrilha da perna de trás e segure por 15 a 30 segundos.

Alongamento MMSS (Membros Superiores)

Apoie as mãos no encosto da cadeira, flexione levemente os joelhos, estenda os braços  e pressione lentamente o tronco para baixo,  por 15 a 30 segundos.

Alongamento de quadríceps e quadril

Em pé, apoie uma das mãos na cadeira e flexione o joelho, segurando o tornozelo com as mãos. Tente aproximar ao máximo o calcanhar das nádegas. Mantenha por 15 a 30 segundos a posição.

Rotação da coluna – sentada

Sentado na cadeira com as pernas levemente afastadas, a coluna bem ereta e o peito aberto. Inspire e, na expiração, rode o tronco para a direita. Retorne ao centro e execute o mesmo movimento para o outro lado. Segure de 15 a 30 segundos.

Alongamento de posteriores das coxas

Sentado na parte da frente da cadeira, incline o tronco à frente sobre a perna estendida. Tente alcançar a ponta do pé, para sentir mais o alongamento na parte posterior da coxa.

Exercício para alongar o pescoço

Em pé, pernas afastadas e coluna ereta. Com a mão direita segure a cabeça, empurrando-a em direção ao ombro direito. Fique nessa posição entre 15 a 30 segundos e retorne. Repita do outro lado. Manter os ombros relaxados.

Alongamento dos flexores do antebraço e punho

Estenda um braço a frente e com a palma da mão virada para frente. Com a outra mão puxe suavemente os dedos para trás, ate sentir o alongamento na região anterior do punho.

 

Alongamento das costas

Sentado em uma cadeira com os pés apoiados no chão. Curve-se lentamente para frente e para baixo. Relaxe bem os ombros, braços, cabeça e costas. Fique na posição por 15 a 30 segundos para relaxar.