Corrida é aliada contra a prisão de ventre

03 de agosto de 2017 ● POR Redação

Além de ser um esporte, a corrida é também uma aliada da saúde. E um dos males que ela ajuda a combater é a prisão de ventre. Assim como outras atividades físicas, a corrida contribui para o organismo evitar ou se livrar desse incômodo que é mais comum entre as mulheres.

“A corrida pode ajudar, até pelo fato de ser uma atividade física. Facilita o trânsito intestinal, faz promover a liberação de uma série de outros hormônios, como as endorfinas, melhora a sensação de bem-estar e traz uma série de benefícios relacionados a isso”, explica o médico Domingos Mantelli, ginecologista e obstetra.

A corrida, no entanto, deve ser um complemento no combate à prisão de ventre. Graças à alimentação desregulada e desbalanceada, a prisão de ventre pode aparecer, causando aqueles incômodos na hora de ir ao banheiro ou até mesmo durante o dia por meio de cólicas e dores.

Pessoas que não possuem um hábito saudável na alimentação estão mais suscetíveis a esse incômodo. Além disso, as mulheres sofrem mais com a prisão de ventre.

“As mulheres ainda sofrem com a influência hormonal, já que os hormônios, dependendo de cada fase do ciclo [menstrual], também podem contribuir para aumentar ou diminuir o peristaltismo, ou seja, o movimento intestinal que leva a uma maior ou menor absorção de líquido do bolo fecal”, esclarece o médico.

Para evitar esse mal, a alimentação saudável é o primeiro passo, envolvendo frutas, vegetais, iogurtes, bastante líquido, etc. Além disso, o uso de pró-bióticos e pré-bióticos pode ajudar a regularizar o organismo. Ainda existem meios alternativos naturais que são bons aliados.

“Suplementos como os lactobacilos e outras substâncias podem contribuir para melhorar esse trânsito intestinal e, consequentemente, evitar que a mulher sofra com esse ressecamento [intestinal]”, finaliza o médico.

(Fonte: Dr. Domingos Mantelli, ginecologista e obstetra)