7 passos para uma vida mais ativa

16 de dezembro de 2017

|

POR Redação

Nosso corpo é como uma máquina que precisa estar sempre em movimento para não enferrujar. E se você é daqueles que de tão enferrujado tem dificuldade, até mesmo, para sair do sofá; ou até tem vontade de praticar atividade física, mas falta força para começar, pode tentar seguir esses passos para se tornar mais ativo.

Dicas para uma vida mais ativa

1 – Pense em você

Exercitar o seu próprio corpo é um ato proativo, pois a responsabilidade é totalmente sua. Não priorize sua programação semanal, mas programe suas prioridades. Abra sua agenda e coloque nela o dia, hora e as atividades que estão relacionadas com seu bem-estar, principalmente, a hora de dormir, acordar, de se alimentar e treinar.

2 – Inicie com apenas um objetivo

Comece o treino, sempre, com uma visão clara de onde quer chegar, pois fará o esforço realizado fazer sentido durante o percurso. Para cada momento da vida estabeleçamos um objetivo, e que neste momento você possa vivenciar plenamente todas as dimensões: física, espiritual, mental e social através do movimento, transformando esta experiência em uma espécie de missão pessoal.

3 – Escolha a atividade certa

Antes de iniciar qualquer atividade se faça três perguntas: eu gosto, preciso e consigo realizar essa atividade? Para você responder a primeira questão, relembre das suas experiências esportivas ou aqueles exercícios que despertaram em você o desejo de praticá-las. Para a segunda, busque se consultar com um médico para fazer uma avaliação clínica detalhada, além de um avaliador físico para analisar suas capacidades. E para a última, se precisar, peça apoio para realizar o treino escolhido da melhor forma possível.

O mais importante é se sentir bem, pois aquilo que você gosta de fazer vai repetir muitas vezes. Se possível, evite realizar uma atividade somente por obrigação, pois é desestimulante.

4 – Personalize a sua rotina de atividade física

Procure ajustar sua rotina de atividades físicas com o tempo disponível, seu horário de trabalho, descanso, alimentação, obrigações familiares e sociais. Há várias formas de elaborar programas de treino que despertem em você a sensação de conciliação com todos os demais compromissos. Há programas para malhar 30 minutos, três vezes por semana, e obter ótimos resultados. Estipule a sua frequência semanal baseada, sempre, no objetivo a ser alcançado, na sua atual condição física e na sua disponibilidade de tempo. Não é porque dizem que o ideal é malhar cinco vezes por semana que você vai desistir. Se na sua agenda só dá para encaixar o exercício duas vezes por semana, ótimo! Melhor assim, pois continuará ganhando saúde!

5 – Supere os dias ruins

Muitas vezes estamos sem vontade de se exercitar, criticamos o treino e o tempo que perdemos. Mas, tente compreender primeiro o que acontece, pois muitas vezes a pessoa  está em um estado de humor negativo, condicionado pelo local em que esteve (casa, trabalho, viagem etc.). Se exercitar é um momento positivo e, depois de 20 minutos, o corpo já começa a liberar substâncias que relaxam o corpo e transformam o humor para melhor.

6 –  Crie sinergia com uma boa companhia

Duas ou mais pessoas juntas conseguirão realizar mais atividades e por maior tempo  do que separadamente. Às vezes, você não gosta de determinado exercício, sente desânimo, mas, se aquele seu amigo vai treinar já é um fator de motivação. Ou, quando você está no limite físico  e um colega de treino dá aquela força para aguentar até o fim e se superar. Comece a praticar uma atividade física com amigos, os resultados serão mais expressivos e o tempo passará mais rápido.

7 – Comemore as conquistas

Nada melhor do que usar aquela calça que não servia há anos, ver seu crescimento muscular ou se sentir mais disposto durante o dia. Comemore com as pessoas que o ajudaram a atingir suas conquistas. Será um momento mágico e um grande reforço para continuar treinando. Além disso, procure refletir sobre o quanto essa atividade foi importante para o seu fortalecimento físico, aprimoramento espiritual, relacionamento social e desenvolvimento mental.

 

(Fonte: Cacá Ferreira, gerente técnico corporativo da academia Cia. Athletica)