Bepantol: tipos, para que serve, como usar, preço e mais

16 de janeiro de 2019

|

POR Mariana Amorim

Bepantol é uma pomada medicamentosa cuja função original foi, durante muitos anos, evitar e tratar assaduras em bebês. Com o tempo, no entanto, um grande número de pessoas que passou a usar a fórmula em outras áreas do corpo devido a seu poder de hidratação, o que fez com que fossem oficializadas novas formas de uso.

Atualmente, a pomada é indicada tanto para assaduras quanto para tratamentos de pele, cabelos e unhas. Continue lendo e saiba benefícios, risco e como usar Bepantol:

O que é?

Bepantol é o nome comercial da pomada fabricada pelo laboratório Bayer que contém dexpantenol, componente capaz de proteger a epiderme – camada mais externa da pele – e estimular sua regeneração.

Isso acontece porque, ao ser absorvido, o dexpantenol se transforma em vitamina B5, explica o dermatologista Caio Lamunier, da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

A partir daí, há auxílio no processo de reparação celular e hidratação.

Composição

No geral, os produtos de Bepantol contêm 50 mg/ml de dexpantenol e excipientes como bradosol, lactona, metilparabeno, propilparabeno e água purificada. A composição pode mudar de acordo com a versão adquirida.

Tipos

Existem basicamente três principais linhas de Bepantol: Baby, Derma e Sensicalm. Cada uma tem produtos que podem ser oferecidos em solução, creme ou spray.

A maneira pela qual o componente é apresentado não altera os princípios ativos, mas tem o intuito de facilitar o uso.

Bepantol Derma

A bula do Bepantol Derma diz que a linha é focada em cuidados gerais com a pele.

Ela apresenta produtos em creme para a hidratação da pele, em spray para os cabelos e, por fim, bisnagas com saída anatômica e protetores para a região dos lábios.

Baby

Bepantol Baby tem apresentação apenas em creme e em embalagens que variam de 30 a 120 gramas.

Trata-se de uma pomada antiassaduras, livre de perfumes, corantes, parabenos, agentes irritantes e conservantes, ou seja, preparado especialmente para a pele sensível de bebês.

Sensicalm

A linha Bepantol Sensicalm, apresentada apenas em creme, é a única que possui uma tecnologia específica, chamada Derma Defense, hipoalergênica e rica em prebióticos que estimulam os componentes de defesa benéficos para a pele.

Para que serve Bepantol

Pomada na pele.
Nikolai Kazakov/Shutterstock

O dexpantenol tem relação direta com regeneração celular, aceleração da epitelização e granulação após queimaduras e ferimentos. E mais, Bepantol auxilia a produção de colágeno na pele, ajudando-a a ficar mais elástica e hidratada. Também pode aliviar inflamações e fortalecer raízes dos cabelos.

Suas principais indicações são para:

Assadura

Por conta do potencial de regeneração celular, Bepantol é muito utilizado para prevenir e tratar assaduras em bebês.

Estrias

As estrias acontecem quando há lesões nas fibras de colágeno e elastina da pele, o que explica sua aparência “rachada”. Por auxiliar a produção de colágeno e ter efeito cicatrizante, Bepantol pode melhorar o aspecto da estria já existente, bem como prevenir o aparecimento de mais delas.

Pele seca

Áreas muito secas do corpo – caso de joelhos, cotovelos, tornozelos, lábios e cutículas – podem ser recuperadas com o uso periódico de Bepantol.

Tatuagem

Os primeiros dias após a realização de uma tatuagem são essenciais para que a pele cicatrize corretamente e conserve a aparência do desenho por mais tempo. Por isso, muitos tatuadores indicam o uso da pomada após as sessões a fim de estimular a cicatrização adequada.

Quando não usar?

Melasma

Embora a hidratação com bepantol realmente seja eficazmelasma é uma condição de pele delicada e que precisa de acompanhamento individualizado junto ao dermatologista para o tratamento correto. Por isso, não é indicado usar o produto na mancha de melasma sem orientação médica.

Tratamento radioterápico

O tratamento de radioterapia mata as células cancerosas, mas também as consideradas saudáveis. Por isso, feridas podem aparecer na pele após o início das sessões. Ainda que Bepantol seja indicado para cicatrização, somente um dermatologista pode avaliar se a pomada deve ser usada pelo paciente em questão.

Para crescer o cabelo

Bepantol não faz o cabelo crescer mais rápido, já que esta velocidade varia de pessoa para pessoa. O que acontece é que os fios ficam menos quebradiços, o que pode dar a falsa impressão de crescimento.

Como usar?

Como há diversas indicações para o Bepantol, a marca criou diferentes apresentações para cada uso.

Em assaduras

A pomada deve ser aplicada a cada troca de falda do bebê e sempre sobre a pele limpa.

Na pele

Há duas possibilidades para o uso na pele: em creme e em spray.

A primeira versão é a clássica e costuma também ser a mais econômica, visto que se trata de um creme denso e super hidratante. Como espalha com facilidade, é aconselhável usar em pequena quantidade.

O spray tem o mesmo poder hidratante, no entanto pode ser mais prático para carregar na bolsa e aplicar rapidamente durante o dia com um algodão. Além disso, espalha mais fácil em áreas do corpo com pelos.

Ambas as versões podem ser aplicadas mais de uma vez ao dia sobre a pele limpa.

No cabelo

Bepantol para cabelo é usado para reparar pontas danificadas e desnutridas.

Neste caso, vale apostar na solução Bepantol aquosa, a qual contém alta concentração do componente pró-vitamina B5.

Este produto também é capaz de evitar a desnutrição dos fios devido à ação de agentes externos, como química, suor e poluição.

Boas opções de uso são após o banho ou antes de dormir. Após a aplicação, deve-se espalhar o produto com um pente.

Nas unhas

Há quem use pomada Bepantol nas cutículas para que elas cresçam mais devagar e nutridas, deixando, assim, a aparência das unhas mais bonitas.

Neste caso, vale usar tanto a versão em creme quanto à líquida e evitar lavar as mãos em seguida para manter o produto ativo.

Lábios

Bepantol labial tem duas opções: um regenerador, ideal para bocas ressecadas, e o protetor labial (FPS 30) que, além de hidratar, protege a região contra os raios solares.

A aplicação é simples e pode ocorrer várias vezes ao dia.

Efeitos colaterais

No geral, o medicamento é bem tolerado. No entanto, em raros casos podem ocorrer efeitos adversos, como reações alérgicas (dermatites e eczemas, por exemplo).

Caso aconteça, é indicado suspender o uso e procurar um médico.

Contraindicação

Qualquer pessoa que teve reação alérgica ao dexpantenol não deve usá-lo. Pessoas que previamente tenham qualquer tipo de alergia às substâncias da linha Bepantol também não devem usá-la.

Preço

Os valores podem variar de acordo com o produto escolhido, chegando a custar de R$ 19 a R$ 175.

Versão genérica

Há diversos produtos similares ao Bepantol no mercado. O que mais se aproxima de Bepantol é o Bepantriz, também em pomada com dexpantenol e álcool cetílico, álcool estearílico, álcool cetoestearílico, polissorbato 60, estearato de sorbitana, lanolina anidra, petrolato branco, petrolato líquido, óleo de amêndoas e água purificada.

Seu preço varia de R$ 9 a R$ 15.

Fontes

Dermatologista Caio Lamunier, da Sociedade Brasileira de Dermatologia e do Hospital das Clínicas de São Paulo. CRM-SP 124907

Bepantol. Disponível em: www.bepantol.com.br